Busca avançada
Ano de início
Entree

Comportamento partidário na República de 46: um estudo dos padrões de apoio e conflito entre congresso e governo

Processo: 09/02518-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Comportamento Político
Pesquisador responsável:Paolo Ricci
Beneficiário:Jaqueline Porto Zulini
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/56365-0 - Instituições políticas, padrões de interação executivo-legislativo e capacidade governativa, AP.TEM
Assunto(s):Partidos políticos

Resumo

A compreensão da República de 46 ainda é, no geral, limitada na academia. Faltam estudos sistemáticos sobre o Congresso da época como um todo quando comparado com o pós-88. Visando justamente aprofundar o exame do funcionamento da democracia e do comportamento partidário do período interautoritarismos, este projeto pode contribuir para o debate, que, na ciência política, tende a contrapor aquela experiência política pregressa com o governo democrático atual. Partindo de um propósito inovador, qual seja, descobrir como a relação entre presidente e maioria se dava por meio da análise das verificações de quorum e das votações nominais ocorridas naquele contexto, tal investigação intenta colaborar para a maior compreensão tanto da lógica do sistema partidário-parlamentar pré-64 como sobre os efeitos das instituições no comportamento dos deputados.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ZULINI, Jaqueline Porto. Partidos, facções e comportamento parlamentar na democracia de 46. 2011. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.