Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito do Hipertiroidismo Experimental, induzido em ratas durante gestação, no comportamento do sistema renina-angiotensina da prole

Processo: 09/02923-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2009
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Maria Luiza de Morais Barreto de Chaves
Beneficiário:Caroline Emy Rodrigues Shibata
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/01489-5 - O sistema renina-angiotensina em prole de mães submetidas a alterações no ambiente perinatal, AP.TEM
Assunto(s):Sistema renina-angiotensina   Sistema cardiovascular

Resumo

Durante a gestação normal, o Sistema Renina-Angiotensina (SRA) exerce um papel de importância vital no balanço de sais, pressão sanguínea e homeostase hídrica, agindo, consequentemente, no bem estar da mãe e do feto. Neste sentido, merece destaque não apenas o SRA clássico (descrito inicialmente como um sistema puramente endócrino), mas também o SRA local, no caso, útero-placentário, presente nos tecidos materno e fetal e cujos componentes se comportam diferentemente, sob regulação e estímulos locais. As perturbações do SRA útero-placentário podem ocasionar sangramentos e redução no fluxo sanguíneo entre mãe e feto, podendo levar como conseqüência à pré-eclampsia e ao crescimento intrauterino retardado. Já é bem estabelecido que disfunções da tireóide, como as que ocorrem no hipertiroidismo, promovem amplas alterações no sistema cardiovascular, agindo sobre contratilidade cardíaca, consumo de oxigênio do miocárdio, débito cardíaco, pressão sanguínea e resistência vascular sistêmica. Sabe-se ainda que o hipertiroidismo é responsável por importantes alterações sobre o padrão de expressão dos vários componentes do SRA e estas alterações, por sua vez, também estão envolvidas com o aparecimento de alterações cardiovasculares. Assim, o SRA está sob influência direta dos níveis plasmáticos dos hormônios tiroideanos e parece apresentar um importante papel na modulação do trofismo cardíaco induzido pelos mesmos. Embora a associação entre estes dois sistemas endócrinos tenha sido já observada em indivíduos adultos, não se tem até o momento conhecimento a respeito dessas interações durante um período crítico de desenvolvimento do sistema cardiovascular, onde o coração representa um importante alvo de ação desses dois sistemas hormonais.Diante do exposto, este estudo tem como objetivo avaliar o efeito que as alterações dos níveis de hormônio tiroideano ao longo dos períodos gestacional e/ou de amamentação promovem sobre os componentes do SRA da prole, destacando que a prevalência desta doença em mulheres que se encontram durante o período gestacional é bastante elevada e suas consequências, no que diz respeito ao sistema cardiovascular da prole, amplamente desconhecidas.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SHIBATA, Caroline Emy Rodrigues. Efeito do hipertiroidismo experimental, induzido em ratas durante a gestação, sobre componentes do sistema renina-angiotensina cardíaco da prole.. 2011. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.