Busca avançada
Ano de início
Entree

Distribuição de mamíferos de maior porte em uma paisagem rural do planalto atlântico de são paulo: importância relativa da estrutura e dinâmica da paisagem e das atividades e atitudes da população humana

Processo: 09/02954-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Renata Pardini
Beneficiário:Gustavo de Oliveira
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/56555-4 - Diversidade de mamíferos em paisagens fragmentadas no Planalto Atlântico de São Paulo, AP.JP
Assunto(s):Ecologia de comunidades   Fragmentação de habitat

Resumo

A perda e a fragmentação de florestas tropicais são as maiores ameaças à biodiversidade. Grandes mamíferos são importantes como predadores de topo e dispersores e predadores de sementes e plântulas. Devido às grandes áreas de vida, alta vagilidade, baixa densidade, e perseguição constante pela população humana, estão se tornando particularmente vulneráveis a extinções locais em paisagens fragmentadas. Estes animais deslocam-se freqüentemente em paisagens fragmentadas, seja pelas grandes áreas de vida e alta vagilidade ou pela atração por criações e plantações, aumentando a chance de serem mortos por caça e perseguição ou por veículos em estradas. Assim, é de se esperar que as características tanto da estrutura da paisagem, quanto da população humana residente, sejam particularmente importante para estes animais. Entretanto, a importância relativa destes dois fatores foi pouco estudada. Neste projeto, pretendemos investigar a importância relativa da estrutura e dinâmica da paisagem (quantidade e fragmentação da floresta, composição e quantidade dos habitats antropogênicos, distância a rodovias, quantificados em duas épocas distintas, 1962 e 2005) e das atividades e atitudes da população humana residente (densidade populacional, disponibilidade de armas de fogo, número de cachorros domésticos, tamanho das criações de animais domésticos de pequeno porte, tamanho da área plantada com milho, freqüência de visitas aos fragmentos, atitude e percepção em relação a importância dos fragmentos) para a ocorrência e freqüência de uso de fragmentos de Mata Atlântica por mamíferos de maior porte. O estudo será realizado em 24 sítios de amostragem localizados em manchas de floresta, com ampla variação no tamanho das manchas, na distância a rodovias e no número de residências no entorno, em uma paisagem fragmentada nos municípios de Ribeirão Grande e Capão Bonito, São Paulo. Os dados sobre os grandes mamíferos serão obtidos através de armadilhas fotográficas (3 em cada sítio, instaladas por 3 períodos de 15 dias); aqueles sobre a estrutura da paisagem a partir de mapas temáticos (1962 e 2005) da área de estudo; e aqueles sobre as atividades e atitudes da população humana através de entrevistas após a definição e teste de questionário apropriado. Análises multivariadas serão utilizadas para sintetizar a variação, tanto da estrutura e dinâmica da paisagem como das atividades e atitudes da população humana, entre os sítios de amostragem. Serão utilizados modelos de regressão múltipla para investigar a influência destas variáveis-síntese sobre a ocorrência e a freqüência das espécies de mamíferos de maior porte.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
OLIVEIRA, Gustavo de. Mamíferos de maior porte em paisagens tropicais alteradas: seu papel em cascatas tróficas e fatores que determinam sua distribuição. 2011. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.