Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização, clonagem e expressãode uma proteína de Paracoccidioides Brasiliensis com atividade supressora da resposta imunológica

Processo: 09/03235-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2009
Vigência (Término): 31 de março de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Ademilson Panunto-Castelo
Beneficiário:Fabrício Freitas Fernandes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, SP, Brasil
Assunto(s):Doenças transmissíveis   Proteínas recombinantes   Imunossupressão

Resumo

Paracoccidioides brasiliensis é o agente etiológico da paracoccidioidomicose (PCM), uma doença endêmica em países da América Latina. O Brasil corresponde ao país com maior número de ocorrências, abrigando 85% de todos os casos relatados de PCM, com alta prevalência nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. A PCM é uma doença crônica, granulomatosa e progressiva, e está associada a vários graus de supressão da imunidade celular. Essa imunossupressão tem sido alvo de estudos de alguns grupos de pesquisa que têm mostrado a existência de mecanismos que podem se somar para a indução de anergia celular específica. Nesse contexto, a busca de novos antígenos fúngicos poderia auxiliar na compreensão desses mecanismos de imunossupressão. Dados preliminares de nosso grupo mostram que P. brasiliensis apresenta uma fração protéica que, quando injetada em camundongos infectados, induz a um agravamento da infecção, avaliado através do aumento expressivo da carga fúngica desses animais quando comparado aos controles. Assim, o presente trabalho visa identificar qual é a proteína de P. brasiliensis supressora da resposta imunológica, bem como clonar e expressar o gene dessa proteína. O seqüenciamento do gene dessa proteína permitirá a avaliação da estrutura protéica in silico, enquanto as expressão da mesma possibilitará estudar o papel dessa molécula na infecção pelo P. brasiliensis. Além disso, avaliaremos se o silenciamento do gene da proteína imunossupressora atenuará a virulência do fungo. Esse estudo poderá ampliar a compreensão do processo infeccioso desencadeado por P. brasiliensis.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
G. PERON; F.F. FERNANDES; T.N. LANDGRAF; R. MARTINEZ; A. PANUNTO-CASTELO. Recombinant 60-kDa heat shock protein from Paracoccidioides brasiliensis: is it a good antigen for serological diagnosis of paracoccidioidomycosis?. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, v. 50, n. 4 2017. Citações Web of Science: 1.
FERNANDES, FABR-CIO FREITAS; DE OLIVEIRA, LEANDRO LICURSI; LANDGRAF, TAISE NATALI; PERON, GABRIELA; COSTA, MARCELO VIEIRA; COELHO-CASTELO, ARLETE A. M.; BONATO, VANIA L. D.; ROQUE-BARREIRA, MARIA-CRISTINA; PANUNTO-CASTELO, ADEMILSON. Detrimental Effect of Fungal 60-kDa Heat Shock Protein on Experimental Paracoccidioides brasiliensis Infection. PLoS One, v. 11, n. 9 SEP 6 2016. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.