Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização do papel das PKCs na proliferação e auto-renovação das células tronco embrionárias murinas

Processo: 09/04067-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2009
Vigência (Término): 31 de março de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica
Pesquisador responsável:Deborah Schechtman
Beneficiário:Nicole Milaré Garavello
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/54188-4 - Determinação do papel da proteína quinase C na diferenciação e proliferação, AP.JP
Assunto(s):Proliferação

Resumo

Células tronco embrionárias são células capazes de proliferar indefinidamente mantendo a suapluripotência, isto é, a capacidade de se diferenciar em diversos tipos celulares perante estímulos adequados.Esse incrível potencial tem sido intensamente estudado, de modo, a permitir a utilização dessas células em terapias de reposição celular. Recentemente, demonstrou-se que é possível manter as CTE murinas no seu estado indiferenciado na ausência de soro, em meios definidos contendo Leukemia inhibitory factor e inibidores da Mitogen-activated protein-kinases e Glycogen Synthase Kinase 3. Desta forma modulando-se vias endógenas de sinalização das CTE podemos manter as mesmas no seu estado indiferenciado.Demonstrou-se que as proteínas kinases C (PKC) são importantes moduladores moleculares de cascatas de sinalização que levam ao processo de proliferação e auto-renovação das CTE. Porém o papel exato das diferentes isoenzimas ainda não foi elucidado, isso porque, a família das PKCs é composta por pelo menos dez isoenzimas, e apenas recentemente desenvolveu-se moduladores specíficos para as diferentes isoenzimas. Autilização destes moduladores nos permitirá elucidar o papel específico das PKCs nos processos de proliferação e diferenciação das CTE. Neste projeto visamos compreender o papel das PKCs na prolidferação e manutenção do estado indiferenciado das CTE murinas. A compreensão destes processos é essencial para o uso adequadodestas células na medicina regenerativa.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GARAVELLO, NICOLE MILARE; PENA, DARLENE APARECIDA; CAMARGO BONATTO, JOSE MATHEUS; DUARTE, MARIANA LEMOS; COSTA-JUNIOR, HELIO MIRANDA; SCHUMACHER, ROBERT IVAN; FORTI, FABIO LUIS; SCHECHTMAN, DEBORAH. Activation of protein kinase C delta by psi delta RACK peptide promotes embryonic stem cell proliferation through ERK 1/2. JOURNAL OF PROTEOMICS, v. 94, p. 497-512, DEC 6 2013. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.