Busca avançada
Ano de início
Entree

Uma investigação sobre a noção gramsciana do que hoje chamamos de dependência e desenvolvimento

Processo: 09/04369-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Teoria Política
Pesquisador responsável:Marcos Tadeu Del Roio
Beneficiário:Sara Tatiany Curcio dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil
Assunto(s):Política internacional   Periferia

Resumo

A presente pesquisa tem por objetivo proceder à reconstrução crítica do pensamento de Antônio Gramsci, particularmente dos Cadernos do Cárcere (1929-37), investigando o lugar ocupado nos escritos do autor do que hoje chamamos de "dependência" e "desenvolvimento". A nossa principal hipótese é a de que Gramsci já tinha, desde meados de 1930, uma percepção aguda sobre a problemática do "desenvolvimento dependente". Outra hipótese é de que seria no plano do método e dos conceitos básicos que a abordagem gramsciana, nos permitiria considerar problemas e questões que escapam às formulações dependentistas, como exemplo, a relação entre os processos culturais, hegemonia e o desenvolvimento. Para a verificação das nossas hipóteses, seguiremos as próprias indicações metodológicas deixadas pelo autor para entender e estudar a sua obra: ler os seus textos no fluxo só parcialmente estruturado (os escritos do cárcere) no qual foram concebidos; jogando luz sobre o objeto desta pesquisa. A partir do confronto desses escritos, acredita-se poder estabelecer algumas considerações com respeito aos objetivos e problemáticas levantadas por esta pesquisa.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SANTOS, Sara Tatiany Curcio dos. As periferias em Antonio Gramsci. 2011. 138 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Filosofia e Ciências. Marília.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.