Busca avançada
Ano de início
Entree

CARACTERIZAÇÃO MOLECULAR E FUNCIONAL DO GENE DE CERAMIDA SINTASE DE Leishmania amazonensis E INVESTIGAÇÃO DA INTERFERÊNCIA DO TAMOXIFENO NA BIOSSÍNTESE DE CERAMIDA EM Leishmania

Processo: 09/04475-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2009
Vigência (Término): 31 de agosto de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Pesquisador responsável:Silvia Reni Bortolin Uliana
Beneficiário:Cristiana de Melo Trinconi Tronco
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Leishmania   Esfingolipídios   Tamoxifeno   Quimioterapia

Resumo

A leishmaniose é uma doença causada por mais de 20 espécies de protozoários do gênero Leishmania apresentando um amplo espectro clínico. Ela está mundialmente distribuída e sua incidência vem aumentando consideravelmente nesta década. O tratamento utilizado atualmente apresenta múltiplos problemas, sendo freqüentemente imprevisível e insatisfatório. Além disso, algumas linhagens de Leishmania têm mostrado resistência a estes medicamentos. Devido a este fato e à ausência de um medicamento ideal para o tratamento da leishmaniose, a busca por novas alternativas quimioterápicas torna-se imprescindível. Com base nesta necessidade foram iniciadas pesquisas em nosso laboratório com o intuito de verificar o potencial leishmanicida de compostos anticâncer, dentre eles o tamoxifeno, um conhecido quimioterápico utilizado no tratamento do câncer de mama. Foi verificado que o tamoxifeno é ativo contra várias espécies de Leishmania in vitro e in vivo. Os dados disponíveis na literatura sobre os efeitos do tamoxifeno nas células tumorais incluem uma variedade de alvos metabólicos, dentre eles a via de biossíntese das ceramidas. As ceramidas compõem o esqueleto dos esfingolipídeos que são importantes para diversos processos de sinalização celular. Resultados preliminares obtidos em nosso laboratório revelaram que o tamoxifeno possivelmente interfere na atividade da ceramida sintase, uma enzima fundamental para a via de biossíntese de esfingolipídeos uma vez que catalisa a formação de ceramida. Desta forma, propomos como objetivo caracterizar molecular e funcionalmente o gene que codifica a ceramida sintase de Leishmania amazonensis e investigar se o tamoxifeno interfere na atividade desta enzima.