Busca avançada
Ano de início
Entree

Resistência do carrapato Rhipicephalus (Boophilus) microplus (Acari: Ixodidae) a amitraz e sensibilidade a extratos vegetais e fungos entomopatogênicos

Processo: 09/04297-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2009
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores
Pesquisador responsável:Mário Eidi Sato
Beneficiário:Elisa Cimitan Mendes
Instituição-sede: Instituto Biológico (IB). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Entomologia   Controle químico   Controle biológico   Acari

Resumo

O carrapato do boi Rhipicephalus (Boophilus) microplus (Canestrini) é um ectoparasito hematófago cujos principais hospedeiros são os bovinos presentes nas regiões localizadas entre os paralelos 32º N e 32º S. Os danos causados nos animais pela alta infestação deste parasito estão relacionados com perda de sangue, danos no couro e transmissão de agentes causadores da babesiose e anaplasmose, tendo como conseqüência a queda na produção de carne e de leite. O quadro atual do controle químico do carrapato se caracteriza pelo aumento progressivo dos casos de resistência deste ectoparasito, levando ao aumento na freqüência da aplicação de acaricidas e a presença de resíduos desses produtos no leite e na carne. O amitraz, do grupo das formamidinas, tem sido utilizado por mais de 30 anos como carrapaticida e apresenta um papel importante no controle do carrapato do boi. A sua aplicação torna-se viável por apresentar um curto período de carência e por ser rapidamente degradado no ambiente. A resistência do R. (B.) microplus ao amitraz já foi relatada previamente em muitos países, baseado em testes com fêmea adulta. No Brasil já existem casos de resistência ao amitraz. O objetivo do presente trabalho é estudar a resistência de R. (B.) microplus ao amitraz e propor possíveis medidas alternativas para o controle da praga, visando fornecer subsídios para o manejo da praga no Brasil. Os objetivos específicos são: 1) Estabelecer as concentrações letais 50% e 99% para o diagnóstico de resistência de R. (B.) microplus em testes de imersão de larvas ao amitraz usando a cepa suscetível Mozo; 2) Avaliar a resistência de carrapatos provenientes de diversas fazendas localizadas no Estado de São Paulo, com suspeita de resistência a amitraz; 3) Submeter uma cepa de R. (B.) microplus à pressão de seleção com amitraz, para observar o potencial de evolução de resistência ao acaricida e obter uma linhagem resistente ao acaricida; 4) Conduzir estudos sobre mecanismos de resistência ao acaricida (testes com sinergistas); 5) Realizar testes de sensibilidade de R. (B.) microplus a alguns extratos vegetais; 6) Realizar testes de sensibilidade de R. (B.) microplus a alguns fungos entomopatogênicos.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MENDES, ELISA CIMITAN; MENDES, MARCIA CRISTINA; SATO, MARIO EIDI. Diagnosis of amitraz resistance in Brazilian populations of Rhipicephalus (Boophilus) microplus (Acari: Ixodidae) with larval immersion test. Experimental and Applied Acarology, v. 61, n. 3, p. 357-369, NOV 2013. Citações Web of Science: 11.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.