Busca avançada
Ano de início
Entree

SENA - Sistema Embarcado de Navegação Autônoma: navegador para ambientes urbanos

Processo: 09/04787-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 31 de julho de 2011
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Mecânica
Pesquisador responsável:Marcelo Becker
Beneficiário:Poliane Torres Megda
Instituição-sede: Escola de Engenharia de São Carlos (EESC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/57858-9 - Instituto Nacional de Óptica e Fotônica, AP.TEM
Assunto(s):Mecatrônica   Robótica   Robôs móveis   Inteligência artificial   Navegação de robôs

Resumo

Todos os anos, a quantidade de acidentes e o índice de fatalidade nas vias públicas no mundo inteiro estão aumentando. A triste combinação entre imprudência e imperícia dos motoristas, péssimas condições de pistas, bebidas alcoólicas e situações meteorológicas adversas produz dramáticas perdas de vida e prejuízos anuais no mundo inteiro da ordem de bilhões de dólares. Aliado a isso, têm-se uma população mundial que está envelhecendo o que acaba por limitar sua independência e autonomia devido às dificuldades inerentes de acessibilidade, saúde e insegurança ao volante. Por outro lado, graças ao desenvolvimento observado nas últimas décadas nas áreas de eletrônica e sensores embarcados, hoje existem várias técnicas de robótica móvel e inteligência artificial (I.A.) que podem ser aplicadas em veículos de passeio, p.e.: visão artificial, detecção, classificação e acompanhamento de obstáculos, planejamento de trajetórias, etc. Nesse contexto, a aplicação efetiva dessas tecnologias pode contribuir de maneira decisiva para aumentar a segurança nas vias públicas, diminuindo drasticamente o índice de acidentes e, conseqüentemente, de fatalidades. Nessa pesquisa a aluna de mestrado do Grupo de Robótica Móvel do Laboratório de Mecatrônica da EESC-USP dá um passo nessa direção através do desenvolvimento e testes experimentais de um navegador para ambientes urbanos a ser futuramente embarcado em um veículo de testes (um Fiat Stilo 1.8). Os algoritmos a serem desenvolvidos e testados em ambiente similar a ambientes urbanos (dentro do Campus da USP - São Carlos) devem detectar, classificar e acompanhar obstáculos móveis (pedestres, carros, bicicletas, etc.) e utilizar essas informações para planejar trajetórias livres de colisões com esses obstáculos. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MEGDA, Poliane Torres. Detecção e classificação de obstáculos aplicados ao planejamento de trajetórias para veículos de passeio em ambiente urbano. 2011. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Escola de Engenharia de São Carlos São Carlos.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.