Busca avançada
Ano de início
Entree

Impactos Socioambientais Associados à Poluição Atmosférica Automotive na Região de Atibaia-SP

Processo: 09/04871-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 30 de abril de 2011
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Sonia Regina da Cal Seixas
Beneficiário:Cerise Rocha de Jesus
Instituição-sede: Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais (NEPAM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Planejamento energético   São Paulo   Poluição atmosférica   Doenças respiratórias   Sociologia ambiental

Resumo

O projeto tem como objetivo analisar a associação entre a dispersão de poluição atmosférica causada por emissão veicular na Região Metropolitana de São Paulo e internações por doenças respiratórias no município de Atibaia-SP no período que compreende de 1998 a 2008. A pesquisa utiliza como área geral de estudo Área de Proteção Ambiental do Sistema Cantareira - APA - Cantareira. Esta APA contém áreas de nascentes e pontos de captação de importância regional que, associados à sua beleza natural, faz com que ela se torne alvo de empreendimentos imobiliários, consolidando um processo crescente de ocupação do solo e uso turístico desordenado. Dentro desta APA está inserido o município de Atibaia, área núcleo de estudos deste projeto de pesquisa, o qual faz parte da Região Bragantina, localizada próximo às Metrópoles de São Paulo e Campinas, sendo de fácil acesso pelas Rodovias Fernão Dias e D. Pedro I. O município de Atibaia é entrecortado por ambas as rodovias, sendo que o entroncamento das mesmas também ocorre dentro do município. A duplicação das rodovias exerceu influência significativa no desenvolvimento sócio-econômico regional, observado através da expansão industrial e turística, essencialmente neste município. Dado o fluxo diário nas rodovias D. Pedro e Fernão Dias de veículos leves e caminhões e sua potencial capacidade de emitir elementos químicos no processo de combustão, seja a partir de combustíveis fósseis ou não, cabe questionar não só a qualidade dos recursos naturais da região, mas também as conseqüências das emissões veiculares para a saúde da população residente no local. Outro fator a ser destacado é o caso da "poluição transfronteriça"; municípios que estão localizados num raio de 400 k de São Paulo podem sofrer com este tipo de poluição. É importante ressaltar que Atibaia está a 65 k da capital paulista, e pode estar sofrendo os efeitos da poluição da grande São Paulo, o transporte de cargas na região é intenso devido ao escoamento de produção para o interior do estado de São Paulo e para a Capital Paulista, bem como para os Estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro. Considerando todos estes aspectos da problemática ambiental e com o propósito de contribuir para os estudos que já vem sendo realizados na Área de Proteção Ambiental do Sistema Cantareira, este projeto de pesquisa visa elucidar e compreender a complexidade social presente na Região Bragantina. A realização dessa investigação se mostra importante, quer seja do ponto de vista ambiental dado o impacto da deposição de poluição veicular nos recursos hídricos e remanescentes de Mata Atlântica, ou devido às conseqüências destas emissões para a saúde da população residente em Atibaia.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
JESUS, Cerise Rocha de. Estimativa da emissão de poluentes pelo setor de transporte e análise das ocorrências de doenças respiratórias na área de proteção ambiental do Sistema Cantareira. 2011. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Engenharia Mecânica.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.