Busca avançada
Ano de início
Entree

Ensaio clínico do efeito do laser em baixa intensidade sobre a dor, movimentos mandibulares e seu reflexo psicossocial nos diferentes sub-grupos de DTM em idosos

Processo: 09/06641-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Manoela Domingues Martins
Beneficiário:Jeniffer Holey Rodrigues
Instituição-sede: Universidade Nove de Julho (UNINOVE). Campus Vergueiro. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Disfunção temporomandibular   Dor facial   Prevalência   Terapia a laser de baixa intensidade   Técnicas e procedimentos diagnósticos

Resumo

O presente trabalho objetiva estudar a prevalência de disfunção temporomandibular (DTM) em idosos e avaliar o efeito do tratamento com laser em baixa intensidade sobre a dor, movimentos mandibulares e seu reflexo psicossocial nos diferentes sub-grupos de DTM em idosos. A amostra será composta por idosos avaliados na Clínica Odontológica de uma instituição privada de Ensino Superior (IES). Todos os participantes serão avaliados quanto a presença de DTM, seus sinais e sintomas bem como, o sub-grupo de DTM, por meio dos Eixos I e II dos Critérios Diagnósticos para Pesquisa das Desordens Temporomandibulares (RDC/TMD), traduzido formalmente para o português. Destes, serão selecionados de forma aleatória 20 indivíduos portadores de DTM que serão avaliados quanto a dor (Escala Analógica Visual) e que receberão o tratamento com laser em baixa intensidade. Os indivíduos serão divididos de acordo com o sub- grupo de DTM. Os portadores DTM artrogênica receberão irradiação com laser de diodo, infra-vermelho (ArGaAl) com 780·m de comprimento de onda, com potência de 70mW, 105J/cm2 de densidade de energia, durante 60s. O laser será aplicado em 5 pontos na área da articulação temporo-mandibular. Nos casos de DTM miogênica a aplicação será feita com 10 mW de potência, 5J/cm2 de densidade de energia durante 20s, no ponto de dor referido durante o exame físico de palpação muscular. Em ambos os grupos, o laser será aplicado, duas vezes por semana, totalizando 8 sessões consecutivas. Antes de iniciar a terapia com laser, na 4ª sessão e ao final do tratamento os pacientes serão avaliados quanto ao padrão de dor pela escala visual analógica (EVA). Ao final do protocolo terapêutico proposto, os movimentos mandibulares e o reflexo psicossocial serão avaliados pelo Eixo I e II do RDC. Para a análise estatística será aplicado o teste Kolmogorov-Smirnov para verificar a distribuição da amostra. Serão utilizados os testes qui-quadrado para avaliar a associação entre variáveis qualitativas e correlação de Spearman para identificar a relação entre as variáveis de desfecho. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RODRIGUES, JENIFFER HOLLEY; MARQUES, MARCIA MARTINS; BIASOTTO-GONZALEZ, DANIELA APARECIDA; NUNES ARAUJO MOREIRA, MARIA STELLA; BUSSADORI, SANDRA KALIL; MESQUITA-FERRARI, RAQUEL AGNELLI; MARTINS, MANOELA DOMINGUES. Evaluation of pain, jaw movements, and psychosocial factors in elderly individuals with temporomandibular disorder under laser phototherapy. Lasers in Medical Science, v. 30, n. 3, p. 953-959, APR 2015. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.