Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelo de estudo de imunomodulação em bovinos: Expressão do MHC classe 1b em células trofoblásticas e mesênquimais da placenta de conceptos clonados e naturais

Processo: 09/06702-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 31 de julho de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Flávio Vieira Meirelles
Beneficiário:Rodrigo da Silva Nunes Barreto
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/52676-1 - Expressão da proteína fluorescente verde (GFP) como marcador de células de origem fetal em gestações de clones bovinos, AP.JP
Assunto(s):Movimento celular   Células-tronco mesenquimais   Imunomodulação   Placentação

Resumo

Na placentação de bovinos ocorre uma invasão trofoblástica estrita, causada pelas células gigantes trofoblásticas (CGTs) que se fusionam com epitélio uterino, terminando na degeneração das células híbridas e/ou sua reabsorção pelo trofoblasto, com isso ocorre a liberação de substâncias e DNA fetal livre (fDNA) na corrente sanguínea materna, assim como no citotrofoblasto humano. A identificação de fDNA no soro materno demonstra efetivamente a migração, que ocorre com pouca interferência das células NK, indicando imunomodulação nessas células. Esta ação é provavelmente devido a uma molécula classe Ib do MHC, possível homólogo funcional do gene PED de murinos e do HLA-G de humanos que sabidamente tem efeito no melhor desenvolvimento do embrião e na proteção à ação das células NK maternas. Essa imunomodulação das CGTs poderia ser extrapolada para as células mesênquimais que inibem a função linfocítica mediante supressão das células T CD4+ e CD8+ e são importantes nos estudos de terapia celular. Portanto o objetivo desse trabalho é de caracterizar o homólogo do PED/HLAG, nas CGTs e células mesênquimais amnióticas bovinas. Para tanto serão utilizadas gestações de conceptos bovinos clonados que expressam a proteína verde fluorescente (GFP) e de gestações controle (obtidas em frigorífico) com 60 e 90 dias de gestação. Serão coletados placentônios, âmnio e soro materno. Parte das amostras (placentônios) será rotineiramente fixada e incluída em parafina para realização técnica de imunohistoquímica - para GFP e homólogo PED/HLAG - parte será congelada em nitrogênio líquido (placentônios, âmnio e soro materno) para extração de mRNA e verificação da expressão do homólogo PED/HLAG; o âmnio será utilizado para cultivo de células mesênquimais para imunocitoquímica e o soro materno para identificação de fDNA por PCR. Os resultados obtidos serão comparados entre gestações bovinas de conceptos clonados e de monta natural para caracterização da imunomodulação nas CGTs e células mesênquimais amnióticas. A identificação do homólogo PED/HLAG nas CGTs e nas células mesênquimais amnióticas bovinas é de grande interesse para os estudos em placentação bovina e de terapia com células mesênquimais.