Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da permeabilidade e da resistência ácida do esmalte de dentes decíduos após aplicação do laser Nd:YAG associado ou não ao flúor

Processo: 09/07018-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2009
Vigência (Término): 30 de junho de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Regina Guenka Palma-Dibb
Beneficiário:Danielle Torres Azevedo
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Laser do estado sólido   Desmineralização do dente   Esmalte dentário   Testes de dureza   Cárie dentária

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo avaliar in vitro a permeabilidade e a resistência ácida do esmalte de dentes decíduos após aplicação do laser Nd:YAG associado ou não ao flúor, através da microscopia óptica, e a análise dos componentes químicos presentes no esmalte será feita por difração de raio-X. Serão selecionados 26 molares decíduos humanos irrompidos. Os dentes serão seccionados em 4 e em cada fragmento será realizado um tratamento - controle: sem tratamento; aplicação de gel flúor acidulado, aplicação de verniz fluoretado + Laser Nd:YAG 0,5W/10Hz no modo contato e aplicação de gel flúor acidulado + Laser Nd:YAG 0,5W/10Hz no modo contato. Após o tratamento serão iniciadas as ciclagens de pH, onde as amostras serão armazenadas em recipientes individuais nos quais serão adicionadas as soluções desmineralizantes (DES) e remineralizantes (RE). Em seguida, os espécimes serão seccionados, dividindo-se a área exposta ao meio, e com uma secção central uma fina secção para análise na microscopia óptica. Para o teste de microdureza subsuperficial será utilizado penetrador Knoop (KHN) com 25gf por 10 segundos, as identação serão realizadas 30mm abaixo da superfície e as marcações seguintes estarão a 40, 50, 60, 80, 100, 150 mm na mesma direção. Para cada região serão feitas 3 medidas. As amostras serão examinadas em microscópio óptico. Serão realizadas fotomicrografias para a avaliação da morfologia da subsuperfície. Para a análise da permeabilidade, os dentes serão impermeabilizados externamente a exceção a área tratada com duas camadas de etil-cianoacrilato e imersos em sulfato de cobre a 10% e em seguida imersos em solução alcoólica de ácido rubiânico a 1%. Após esta etapa, serão lavados com água destilada e armazenados em vapor de amônia por 7 dias. Serão obtidas secções que serão então observadas em um microscópio óptico utilizando água como meio de embebição. As imagens serão analisadas e medida a profundidade de penetração do corante. Para a realização da análise de raio-X, serão utilizadas seis dentes seccionados ao meio. Será realizado o tratamento da superfície, remoção do gel e do verniz e então cada secção será triturada e com o pó será realizada a análise de difração de raio x. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
. Avaliação in vitro da resistência ácida e da permeabilidade do esmalte dental decíduo irradiado com laser Nd:Yag associado ou não ao flúor. 2011. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (PCARP/BC) Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.