Busca avançada
Ano de início
Entree

Neuroplasticidade nos núcleos da base: papel do óxido nítrico na Doença de Parkinson e nas discinesias induzidas pela L-Dopa

Processo: 09/08181-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2009
Vigência (Término): 31 de agosto de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Elaine Aparecida Del Bel Belluz Guimarães
Beneficiário:Fernando Eduardo Padovan Neto
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:07/03685-3 - Neurotransmissores típicos e atípicos em transtornos neuropsiquiátricos, AP.TEM
Assunto(s):Óxido nítrico   Discinesias   Doença de Parkinson   Levodopa

Resumo

A L-3,4-dihidroxifenilalanina (L-DOPA), precursor da dopamina, é o tratamento sintomático mais efetivo da doença de Parkinson. Entretanto, sua administração prolongada provoca complicações motoras debilitantes como as discinesias. Recentemente demonstramos que inibidores de enzimas de síntese de óxido nítrico (NOS) atenuam as discinesias induzidas por L-DOPA sem comprometer os efeitos motores benéficos. O objetivo geral desse projeto é ampliar este estudo analisando os mecanismos celulares e moleculares que sublinham a ação do óxido nítrico (NO) nos processos neuroprotetores/neuroplásticos nas discinesias induzidas pela administração de L-DOPA em animais com Parkinsonismo induzido pela neurotoxina 6-hidroxidopamina (6-OHDA). Os objetivos específicos são (I) por meio do estudo do comportamento, determinar o efeito do tratamento crônico com o inibidor preferencial da NOS neuronal nas discinesias induzidas pela L-DOPA; (II) por meio da análise celular, estudar a mobilização de estruturas neurais que apresentam indução de marcador de atividade celular utilizando a expressão do gene Fos-B e da atividade NADPH-diaforase/NOS, analisando a co-marcação Fos-B e histoquímica para atividade NADPH-diaforase; (III) analisar a expressão das isoformas da NOS (neuronal, endotelial e induzida), da guanilato ciclase solúvel, da guanosina monofosfato cíclico , da proteína quinase sensível ao GMPc e determinar o estado de fosforilação da proteína DARPP-32 (fosfoproteína-32 regulada por adenosina monofosfato cíclico e dopamina) por western blot no estriado, a principal estrutura de processamento de informações dos núcleos da base; (IV) avaliar regiões cerebrais, considerando-se inicialmente expressão da proteína Fos-B em conjunto com a atividade NADPH-diaforase, candidatas a receber microinjecões de inibidor da NOS neuronal para análise do efeito da inibição local da atividade nitrérgica sobre o controle das discinesias. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PADOVAN-NETO, FERNANDO EDUARDO; CAVALCANTI-KIWIATKOVISKI, ROBERTA; GOMES CAROLINO, RUITHER OLIVEIRA; ANSELMO-FRANCI, JANETE; DEL BEL, ELAINE. Effects of prolonged neuronal nitric oxide synthase inhibition on the development and expression of L-DOPA-induced dyskinesia in 6-OHDA-lesioned rats. Neuropharmacology, v. 89, p. 87-99, FEB 2015. Citações Web of Science: 18.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.