Busca avançada
Ano de início
Entree

Forçantes climáticas diretas e indiretas de partículas de aerossóis na Amazônia analisadas com sensoriamento remoto

Processo: 09/08442-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2009
Vigência (Término): 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geofísica
Pesquisador responsável:Paulo Eduardo Artaxo Netto
Beneficiário:Elisa Thome Sena
Instituição-sede: Instituto de Física (IF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/58100-2 - Aeroclima: efeitos diretos e indiretos de aerossóis no clima da Amazônia e Pantanal, AP.PFPMCG.TEM
Assunto(s):Amazônia   Química atmosférica   Aerossóis   Mudança climática   Sensoriamento remoto

Resumo

Este projeto de pesquisa visa avançar o conhecimento na área das interações entre aerossóis atmosféricos e nuvens, e seus efeitos no balanço de radiação da região amazônica, e é parte integrante do Projeto Temático FAPESP 08/58100-2 - AEROCLIMA - Direct and indirect effects of aerosols on climate in Amazonia and Pantanal. Esse tema é da maior relevância haja vista as alterações que aerossóis podem produzir sobre a microfísica de nuvens, seu tempo de vida médio, propriedades refletivas, termodinâmica interna e padrões de precipitação. Serão utilizadas técnicas de sensoriamento remoto utilizando várias plataformas. O sensor MODIS (Moderate Resolution Imaging Spectrometer) que está abrigado nos satélites TERRA e AQUA da NASA será utilizado para realizarmos medidas da espessura ótica de aerossóis (AOT) com cobertura espacial para toda a Amazônia. Medidas da distribuição vertical de aerossóis serão realizadas com o Lidar do CALIOP (Cloud-Aerosol Lidar with Orthogonal Polarization). A cobertura de nuvens será medida com o CloudSat, que possui um radar milimétrico ativo, assim como o radar de precipitação (PR) da plataforma TRMM (Tropical Rainfall Measuring Mission). O balanço de radiação será estudado com o CERES (Clouds and the Earth's Radiant Energy System). Todos estes sensores fazem parte do A-Train, uma constelação de satélites de medidas de aerossóis e nuvens. Este projeto propõe técnicas utilizando uma combinação de medidas realizadas por estas plataformas, acopladas a medidas em solo com radiômetros e fotômetros solares da rede AERONET (Aerosol Robotic Network) para medidas dos efeitos de aerossóis nas nuvens e estudos dos processos desta interação. Em particular, determinaremos o perfil de raio efetivo de gotas de nuvens em função da carga atmosférica de aerossóis. O balanço de radiação fornecerá a forçante radiativa direta dos aerossóis, com validação através de radiômetros em solo. Isso será realizado com o detalhamento espacial e temporal necessários para a quantificação das interações entre aerossóis e nuvens. Também utilizaremos medidas com Lidar a ser adquirido no projeto temático FAPESP para validação das medidas. As medidas também serão validadas com medidas do perfil vertical de aerossóis em experimentos com o avião Bandeirante do INPE, como parte do Experimento LBA e do INCT de Mudanças Climáticas Globais. Um dos produtos importantes deste trabalho será o estudo de processos na interação aerossóis-nuvem que são críticos para reduzir as incertezas do papel dos aerossóis no clima global. Também pretendemos reduzir as incertezas do conhecimento da forçante radiativa de aerossóis. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.