Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de terpenóides produzidos por fungos endofíticos associados a Cupressus lusitanica

Processo: 06/05903-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2007
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química
Pesquisador responsável:Edson Rodrigues Filho
Beneficiário:Luciana da Silva Amaral
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Cupressus   Espectrometria de massas   Produtos naturais

Resumo

“ANÁLISE DE TERPENÓIDES PRODUZIDOS POR FUNGOS ENDOFÍTICOS ASSOCIADOS A Cupressus lusitanica”. O presente projeto de mestrado, proposto para a aluna Luciana da Silva Amaral, visa o estudo do metabolismo secundário de fungos endofíticos associados a Cupressus lusitanica, com ênfase nos compostos terpenoídicos. Espécies desse gênero são produtoras de diversas classes de terpenóides. Alguns fungos fitopatogênicos a Cupressus produzem fitotoxinas bastante agressivas à hospedeira. Surpreendentemente, essas fitotoxinas em geral são também terpenoídicas. Essa habilidade mostrada pelo fungo parece ser uma estratégia bastante especializada de associação fungo-planta. Além de proporcionar boas oportunidades de interpretações de fenômenos relacionados à ecologia bioquímica, as substâncias terpenoídicas envolvidas nessas relações são também potenciais antibióticos. Em um trabalho preliminar feito no LaBioMMI – DQ/UFSCar, foi constatado que apenas uma pequena população de endófitos são isolados de folhas de Cupressus. O trabalho de mestrado envolverá o isolamento desses fungos, o seu cultivo em meios artificiais e análise, isolamento e identificação dos compostos produzidos. Metodologias usando GCMS e LCMS serão aplicadas nas análises comparativas do perfil químico dos fungos e da planta. Extratos e substâncias purificadas serão submetidas a ensaios de antibiose implementados no LaBioMMi. (AU)