Busca avançada
Ano de início
Entree

As vogais médias pretônicas na variedade do interior paulista

Processo: 09/09133-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2009
Vigência (Término): 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Pesquisador responsável:Luciani Ester Tenani
Beneficiário:Márcia Cristina Do Carmo
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Vogais   Português do Brasil   Variação linguística   Fonologia   Sociolinguística

Resumo

O presente projeto de Doutorado objetiva explicar o comportamento fonológico das vogais médias pretônicas na variedade do interior paulista, mais precisamente da região de São José do Rio Preto (SP). Essas vogais estão sujeitas ao fenômeno variável denominado alçamento vocálico, por meio do qual as vogais médias-altas /e/ e /o/ são pronunciadas como, respectivamente, as altas [i] e [u], como em "p[i]queno" e "c[u]sturando". Dois processos podem acarretar a aplicação do alçamento: (i) a harmonização vocálica, em que se verifica a influência de uma vogal alta na sílaba subsequente à da pretônica-alvo, como em "an[i]mia" e "gas[u]lina"; e (ii) a redução vocálica, geralmente relacionada ao ponto de articulação de consoante(s) adjacente(s) à pretônica-alvo, como em "s[i]nhora" e "c[u]meçamos". Como córpus de pesquisa, serão utilizadas amostras de fala espontânea retiradas do banco de dados IBORUNA, resultado do projeto ALIP (FAPESP 03/08058-6). Para a análise fonológica dos dados, será utilizado o arcabouço teórico das abordagens clássica e não-clássicas da Teoria da Otimalidade, uma teoria gramatical surgida no início da década de 90 e que concebe a existência, na Gramática Universal, de um conjunto de restrições passíveis de violação. Desse modo, por meio de análises acerca do alçamento vocálico das vogais médias pretônicas no dialeto do interior paulista, esta pesquisa de Doutorado objetiva contribuir com: (i) a discussão teórica acerca da abordagem clássica ou não-clássica da Teoria da Otimalidade que melhor explica dados de variação intradialetal relativos às vogais médias pretônicas; e (ii) a caracterização vocálica do Português Brasileiro, tendo em vista a participação desta pesquisa no Projeto Nacional PROBRAVO.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CARMO, Márcia Cristina Do. As vogais médias pretônicas na variedade do interior paulista. 2013. 248 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociencias, Letras e Ciencias Exatas..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.