Busca avançada
Ano de início
Entree

Ultrassonografia Doppler em cães hepatopatas

Processo: 09/52745-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2010
Vigência (Término): 30 de setembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Maria Jaqueline Mamprim de Arruda Monteiro
Beneficiário:Raquel Sartor
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Técnicas de imagem por elasticidade   Ultrassonografia   Ultrassonografia Doppler   Hepatopatias   Tecido parenquimatoso   Vascularização em animal   Fígado   Cães

Resumo

O principal objetivo dos estudos em ultrassonografia hepática é o aprimoramento de técnicas que avaliem parênquima e vascularização, com sensibilidade e alto grau de especificidade, minimizando a realização de exames invasivos, que trazem riscos ao paciente. O estudo do fluxo sangüíneo no fígado por meio da ultrassonografia Doppler é de grande auxílio, e sua correlação às principais doenças hepáticas, torna a técnica de extrema importância na Medicina Humana. Porém, em relação à fibrose hepática, a ultrassonografia e o Doppler, apesar de auxiliarem em seu diagnóstico, não a quantificam. Para tal, a biópsia é considerada o padrão ouro, porém é invasiva e traz riscos ao paciente. Diante deste problema, o exame ultrassonográfico, através da técnica de elastografia, toma-se ainda mais relevante na avaliação das doenças hepáticas crônicas, por apresentar resultados muito promissores em Medicina Humana na quantificação do grau de fibrose. A aplicação da técnica em Veterinária é fundamental, devido aos animais serem considerados modelos experimentais essenciais ao avanço das pesquisas na Medicina; também, devido a não existirem relatos da técnica em cães, nos quais as hepatopatias crônicas são afecções extremamente freqüentes e potenciais causas de óbito. Assim, vimos propor estudos inovadores na veterinária, com os objetivos de avaliar as alterações hepáticas em cães, ao ultrassom, sua vascularização, em modo Doppler, e quantificar a fibrose pela elastografia em tempo real, a fim de correlacionar os resultados obtidos, aos diversos tipos de afecções hepáticas, classificadas pela histopatologia, avaliando a aplicabilidade de tais técnicas nos cães. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SARTOR, Raquel. Ultrassonografia Doppler em cães com hepatopatias difusas. 2012. 110 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.