Busca avançada
Ano de início
Entree

Territorio e circulacao: transporte rodoviario de carga no brasil

Processo: 09/52803-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2009
Vigência (Término): 30 de novembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Geografia
Pesquisador responsável:María Mónica Arroyo
Beneficiário:Daniel Monteiro Huertas
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Regionalização   Uso do território

Resumo

Da organização colonial em "arquipélago" à integração nacional, relevantes dinâmicas territoriais foram empreendidas ao longo da formação socioespacial brasileira, condicionadas pela constituição histórica de importantes eixos de circulação. Esse processo, entretanto, não propôs como elemento essencial à construção da nação uma coesão territorial apta e capaz de configurar uma relação consistente e justa entre mercado nacional, forças produtivas locais e regionais e bem-estar social. Na tentativa de compreender melhor o papel da fluidez territorial no período técnico-científico-informacional que se alinha com a ruptura do "arquipélago", resultado da emergência da expansão rodoviária este trabalho apresenta como objetivo principal a elaboração de uma regionalização do País a partir da dinâmica de seus eixos de circulação, cuja hipótese reside na possibilidade de divisão do espaço brasileiro em cinco macrorregiões: 1) Arco Noroeste; 2) Centro-Norte; 3) Arco Nordeste; 4) Centro-Leste e 5) Centro-Sul. A maneira pela qual o território nacional se estrutura atualmente do ponto de vista da fluidez territorial, levando-se em conta as particularidades modais de cada região e do todo nacional, será investigada mediante a análise de elementos - como por exemplo, fixos, dinâmica intermodal, políticas públicas de transporte e as normas correlatas, investimentos etc - que tornam possível a identificação dos principais troncos, ramais e nodais e de que forma os fluxos estruturam o território. Trata-se, sobretudo, de tentar revelar o uso do território e suas contradições neste período de globalização confusa e perversa, que reafirma o caráter periférico do Brasil na divisão internacional do trabalho. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
HUERTAS, Daniel Monteiro. Território e circulação: transporte rodoviário de carga no Brasil. 2013. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.