Busca avançada
Ano de início
Entree

Morfologia dos otólitos, idade, crescimento e mortalidade de Beryx splendens Lowe, 1834 e Hoplostethus occidentalis Woods, 1973(Beryciformes) no Atlântico Sudoeste (22ºS-29ºS), Brasil

Processo: 09/11025-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Recursos Pesqueiros Marinhos
Pesquisador responsável:André Martins Vaz dos Santos
Beneficiário:Adrielen da Silva Rondon
Instituição-sede: Instituto de Pesca. Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Crescimento animal   Peixes   Mortalidade animal

Resumo

Beryx splendens, espécie com distribuição circunglobal, é um recurso pesqueiro compartilhado oceânico e transzonal. No Atlântico Sul ocorre associado a pescarias importantes e, no Sudeste-Sul do Brasil, foi apontado como de interesse comercial durante o Programa REVIZEE, por sua abundância na borda de plataforma e talude superior. Outro bericiforme capturado nestas prospecções foi Hoplostethus occidentalis Woods, 1973, espécie sem importância comercial mas comum na área. Em função da importância de B. splendens e da ocorrência de H. occidentalis, o presente estudo tem como objetivos a caracterização dos otólitos saggitae e, a partir destas estruturas, o estudo da idade, do crescimento e a estimativa das taxas de mortalidade destas espécies, caracterizando suas estruturas populacionais. Estas informações, essenciais na compreensão da dinâmica de populações, são inéditas para estes estoques de zonas profundas. A compreensão da biologia dessas espécies fornecerá elementos chave para a gestão das pescarias de borda de plataforma e talude superior do Sudeste-Sul do Brasil. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.