Busca avançada
Ano de início
Entree

Possíveis efeitos citoprotetores do antioxidante da dieta Coenzima Q10 em modelo de células neuronais

Processo: 09/11061-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Bioquímica da Nutrição
Pesquisador responsável:Lusânia Maria Greggi Antunes
Beneficiário:Carla da Silva Machado
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Nutrigenômica

Resumo

Nos últimos anos, nosso grupo de pesquisa tem focado na linha de pesquisa de investigação dos diferentes antioxidantes encontrados na dieta e suas interações com os quimioterápicos cisplatina e doxorrubicina, fármacos amplamente usados no tratamento de vários tipos de cânceres. O objetivo tem sido identificar efeitos protetores destes antioxidantes sobre os efeitos adversos induzidos nas células sadias pelo tratamento com o quimioterápico, sendo importante que este efeito protetor não influencie na atividade do fármaco sobre as células cancerosas. Na literatura já estão descritas algumas estratégias de tratamento com a associação de compostos naturais ou sintéticos com benefícios para o paciente oncológico. Recentemente, foi implantada em nosso laboratório a linha de pesquisa em Nutrigenômica que preconiza a utilização das ferramentas da biologia molecular para investigar com maior detalhamento a interação gene-dieta. O objetivo é ampliar, em nível molecular, o conhecimento sobre os mecanismos de ação dos antioxidantes. Desta forma, levando-se em consideração as evidências de estudos epidemiológicos que têm revelado os efeitos benéficos da dieta rica em antioxidantes contra o desenvolvimento de doenças neurodegenerativas, consideramos que o potencial de inibição da neurotoxicidade dos antioxidantes da dieta poderia ser estendido para os efeitos adversos que surgem durante o tratamento quimioterápico. A relação entre a quimioterapia com o antitumoral cisplatina e o desenvolvimento de neuropatia sensorial, devido aos danos induzidos nos neurônios primários, tem sido confirmada em pacientes oncológicos. A hipótese deste projeto é que a coenzima Q10 poderia reduzir a toxicidade do fármaco cisplatina em células PC12 em cultura. O potencial neuroprotetor da coenzima Q10 será avaliado quanto a inibição da peroxidação lipídica e por meio dos parâmetros de análise de quebras de cadeia simples e dupla do DNA, pelo teste do cometa e análise do "Citoma" em células binucleadas, além da identificação de possíveis alterações na expressão do gene TP53 com a metodologia de PCR em tempo real. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MACHADO, CARLA DA SILVA; MENDONCA, LEONARDO MENEGHIN; VENANCIO, VINICIUS DE PAULA; PIRES BIANCHI, MARIA LOURDES; GREGGI ANTUNES, LUSANIA MARIA. Coenzyme Q10 protects Pc12 cells from cisplatin-induced DNA damage and neurotoxicity. NeuroToxicology, v. 36, p. 10-16, MAY 2013. Citações Web of Science: 10.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MACHADO, Carla da Silva. Possíveis efeitos citoprotetores do antioxidante da dieta coenzima Q10 em modelo de células neuronais. 2011. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.