Busca avançada
Ano de início
Entree

Campomanesia adamantium: prospecção de antioxidantes e de substâncias com propriedade antiproliferativa frente a linhagens tumorais

Processo: 09/11426-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacognosia
Pesquisador responsável:Marcos José Salvador
Beneficiário:Aislan Cristina Rheder Fagundes Pascoal
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Bioprospecção   Bioensaio   Antioxidantes   Fitoquímica

Resumo

Neste projeto é proposto estudo para a busca de substâncias antioxidantes e com propriedade antiproliferativa frente a linhagens tumorais presentes no extrato etanólico das folhas e frutos de Campomanesia adamantium (Myrtaceae). Para tanto, realizar-se-á a avaliação in vitro da atividade antioxidante (ensaios b-caroteno, redução do radical DPPH, Folin-Ciocalteu e ORACFL) e antiproliferativa frente a linhagens de células tumorais humanas e proceder-se-á o estudo fitoquímico, buscando-se a identificação dos constituintes majoritários ativos. Inicialmente obter-se-á o perfil dos extratos ativos (CCDC, CLAE, RMN ou ESI-MS), podendo-se identificar algumas substâncias conhecidas diretamente nos extratos brutos (desreplicação). Os extratos ativos com substâncias que não puderem ser identificadas na etapa de desreplicação serão submetidos ao fracionamento guiado pela atividade antioxidante e antiproliferativa e para as substâncias isoladas e purificadas realizar-se-á a elucidação estrutural utilizando-se métodos espectroscópicos de análise (UV, IV, RMN (1D e 2D) e massa). Ainda, buscar-se-á analisar se o efeito de morte celular dos extratos e/ou substâncias purificadas ativos frente a linhagens tumorais ocorre por apoptose, bem como avaliar-se-á citotoxicidade dos extratos e substâncias purificadas ativos utilizando culturas de células precursoras de fibroblastos. Assim, proceder-se-á o estudo com C. adamantium para a busca de antioxidantes e antitumorais naturais, visando contribuir para a quimioprevenção de doenças relacionadas com o estresse oxidativo (doenças degenerativas, câncer, cardiovasculares, inflamatórias) e obter novas fontes de insumos farmacêuticos.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PASCOAL, Aislan Cristina Rheder Fagundes. Prospecção de antioxidantes e de substâncias com atividade antiproliferativa em campomanesia adamantium (Myrtaceae). 2012. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Biologia.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.