Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dós possíveis efeitos da administração dè Paullinia cupana Mart var. sorbilis, guaraná, sôbre o sistema imune dè camundongos

Processo: 09/12117-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Silvana Lima Gorniak
Beneficiário:Beatriz Dorr Caniceiro
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Sistema imune   Toxicologia   Paullinia cupana   Guaraná

Resumo

Paullinia cupana Mart var. sorbilis, popularmente conhecida como guaraná, é um arbusto originário do Brasil, mais especificamente da região Amazônica e pertence a família Sapindaceae. Quanto aos seus constituintes químicos, cada parte da planta contém diferenças, sendo que no extrato das sementes do guaraná existem xantinas como a cafeína, teobromina e teofilina, além de taninos, saponinas, catequinas, epicatequinas, proantrocianidóis, entre outros. Já em relação às suas indicações, foi demonstrado que o guaraná além de agir como estimulante para o SNC, agente microbicida e gastroprotetor, apresenta também ação quimiopreventiva e antitumoral através da redução da proliferação de células cancerosas. Neste sentido, sabe-se que no organismo uma das principais defesas para impedir o desenvolvimento de cânceres é o sistema imune e dentro deste podem-se citar as células natural killer (imunidade inata) e os linfócitos T citotóxicos (imunidade adquirida), que exercem papel fundamental na imunovigilância ao câncer Desta forma, conhecendo-se as ações do guaraná sobre diferentes sistemas do organismo e também sobre as células cancerosas e sabendo-se da importância do sistema imune não só no combate ao câncer, mas também no controle de infecções, é de grande relevância analisar como esta planta, bem como seus princípios ativos, atua sobre as células deste sistema de forma a descobrir se há ou não imunoestimulação.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CANICEIRO, Beatriz Dorr. Efeitos da Paullinia cupana e de seus principais compostos ativos na modulação da resposta imune. 2012. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.