Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do potencial anti-inflamatório e analgésico da própolis de meliponinea (Melipona scutellaris)

Processo: 09/12352-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Pesquisador responsável:Pedro Luiz Rosalen
Beneficiário:Marcelo Franchin
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Própolis   Anti-inflamatórios

Resumo

A descoberta de novas drogas para o controle da dor com atividade anti-inflamatória com poucos efeitos adversos é de grande interesse terapêutico, principalmente devido ao alto consumo mundial deste grupo de medicamento. Este fato é facilmente compreensível não só devido à frequência com que o fenômeno inflamatório comparece como componente central de quadros patológicos, mas também o curso anômalo e exagerado que tal fenômeno assume em numerosos casos, em função da atividade reacional excessiva e inadequada dos tecidos. Os produtos naturais têm sido pesquisados como fonte alternativa da descoberta de novas drogas. Entre os produtos naturais, a própolis de abelhas Apis mellifera tem demonstrado vários tipos de atividades biológicas, dentre elas anti-inflamatória e analgésica. No entanto, a própolis do tipo meliponinea tem se realizado poucos estudos comprovando a sua ação. Este tipo de própolis, mais conhecida como geoprópolis, apresenta uma composição química característica, diferente das demais própolis de Apis mellifera, e atividade antibacteriana, antioxidante e antiproliferativa. Assim, o objetivo deste estudo é avaliar a atividade anti-inflamatória da própolis de meliponinea, bem como seu potencial anti-hiperalgésico na dor de origem inflamatória e identificar sua(s) fração(ões) ativa(s). A avaliação da atividade anti-inflamatória será feita através dos métodos de edema de pata e recrutamento de leucócitos para a cavidade peritoneal e a avaliação anti-hiperalgésica, através do teste da formalina e hiperalgesia induzida por carragenina. Após identificação da(s) fração(ões) ativa(s) que apresente(m) atividade(s) anti-inflamatórias e anti-hiperalgésica, será determinado potenciais vias de ação da própolis de meliponinea no processo da inflamação, através da determinação dos mediadores químicos envolvidos e quantificação de citocinas (IL-1 e TNF-a). Na(s) fração(ões) ativa(s), também será feita análise química, através dos métodos de cromatografia líquida de alta eficiência em fase reversa (CLAE-FR) e cromatografia gasosa com espectrometria de massa (CG-MS), para identificar grupos químicos que as caracterizam a(s) fração(ões) ativa(s). As expectativas de resultados do presente trabalho são: obter fração(s) bioativa(s) que apresentem atividade no processo inflamatório, bem como na dor de origem inflamatória e que futuramente novos estudos possam ser conduzidos, com o objetivo de isolamento e identificação de substância(s) biologicamente ativa(s) a fim de que as mesmas sejam utilizadas no controle da dor e inflamação. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FRANCHIN, MARCELO; DA CUNHA, MARCOS GUILHERME; DENNY, CARINA; NAPIMOGA, MARCELO HENRIQUE; CUNHA, THIAGO MATTAR; BUENO-SILVA, BRUNO; DE ALENCAR, SEVERINO MATIAS; IKEGAKI, MASAHARU; ROSALEN, PEDRO LUIZ. Bioactive Fraction of Geopropolis from Melipona scutellaris Decreases Neutrophils Migration in the Inflammatory Process: Involvement of Nitric Oxide Pathway. Evidence-based Complementary and Alternative Medicine, 2013. Citações Web of Science: 11.
FRANCHIN, MARCELO; DA CUNHA, MARCOS GUILHERME; DENNY, CARINA; NAPIMOGA, MARCELO HENRIQUE; CUNHA, THIAGO MATTAR; KOO, HYUN; DE ALENCAR, SEVERINO MATIAS; IKEGAKI, MASAHARU; ROSALEN, PEDRO LUIZ. Geopropolis from Melipona scutellaris decreases the mechanical inflammatory hypernociception by inhibiting the production of IL-1 beta and TNF-alpha. Journal of Ethnopharmacology, v. 143, n. 2, p. 709-715, SEP 28 2012. Citações Web of Science: 30.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.