Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da expressão das quimiocinas MIP-1alfa e MCP-1 em cães com Leishmaniose Visceral

Processo: 09/12163-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 31 de agosto de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Rosemeri de Oliveira Vasconcelos
Beneficiário:Tatiane Aranha da Penha
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Quimiocinas   Imunopatologia   Resposta imune   Leishmaniose visceral   Cães

Resumo

A leishmaniose visceral (LV) é uma zoonose de grande interesse em saúde pública e tem o cão como o principal reservatório doméstico do protozoário Leishmania (Leishmania) chagasi, com isso há um grande risco de contaminação para o homem. A ativação de macrófagos pelas citocinas derivadas das células Th1 é o principal mecanismo de defesa contra esses parasitos. A participação de quimiocinas no recrutamento de leucócitos nos sítios de resposta inflamatória é fundamental para o desencadeamento de um perfil de resposta Th1, efetivo contra o parasito. O conhecimento a respeito da expressão deste tipo específico de citocina, em cães com LV, ainda é restrito. Esse fato desperta grande interesse no estudo comparativo da resposta imunomodulatória de quimiocinas em diferentes órgãos de cães naturalmente infectados por L. (L.) chagasi, com a quantificação da carga parasitária nesses órgãos. Para execução desse trabalho serão obtidos fragmentos de baço e fígado de cães do Centro de Controle de Zoonoses de Araçatuba / SP, região endêmica para LV. Estes animais são submetidos à eutanásia rotineiramente neste local, devido ao diagnóstico positivo para a doença. Fragmentos de baço e fígado serão analisados microscopicamente e será determinada a expressão das quimiocinas MIP-1± e MCP-1b, bem como da carga parasitária, através das técnicas de RT-PCR e de qPCR respectivamente.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PENHA, Tatiane Aranha da. Expressão das quimiocinas MIP-1α e MCP-1 em relação à carga parasitária em cães com leishmaniose visceral. 2011. 53 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias. Jaboticabal.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.