Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da privação parcial crônica de sono total sobre modelos animais de dependência química

Processo: 09/12609-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Psiquiatria
Pesquisador responsável:Roberto Frussa Filho
Beneficiário:Luis Paulo Saito
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Camundongos   Drogas ilícitas   Transtornos relacionados ao uso de substâncias

Resumo

A liberação de dopamina no núcleo accumbens (sistema mesolímbico) tem sido associada ao processo de dependência de diferentes drogas de abuso. Paralelamente, tem sido extensivamente demonstrado que a privação total de sono paradoxal promove o desenvolvimento de supersensibilidade dopaminérgica nos sistemas mesolímbico e nigroestriatal, o que poderia potencializar os efeitos dessas drogas de abuso. Nesse aspecto, verificamos recentemente que a privação total de sono paradoxal (48 horas) potencializa o desenvolvimento de sensibilização (um modelo animal de dependência química) à hiperatividade locomotora induzida pela anfetamina (Frussa-Filho et al., 2004). Não obstante, situações de privação total de sono na vida diária são muito menos comuns do que a ocorrência de privação parcial crônica de sono. Ao mesmo tempo, a privação de sono vivenciada por esses indivíduos não se restringe apenas ao sono paradoxal, ou seja, a arquitetura inteira do sono é afetada durante tal privação. Este projeto de pesquisa tem como objetivo verificar os possíveis efeitos da privação parcial crônica de sono total em dois modelos animais de dependência química. Mais especificamente, camundongos serão crônica e parcialmente privados de sono total (3h/dia, em dias alternados) pelo método de gentle handling e o seu desempenho nos modelos de sensibilização comportamental e preferência condicionada por lugar serão comparados com animais controles não privados. Assim, em cada modelo animal de dependência, os efeitos da privação crônica parcial de sono total serão investigados durante o tratamento repetido com anfetamina, cocaína, morfina ou etanol.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.