Busca avançada
Ano de início
Entree

Cultura Lúdica e Televisão: Mediações no Contexto Escolar

Processo: 09/12658-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:José Milton de Lima
Beneficiário:Jucileny Bochorny
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Infância   Mediação   Televisão

Resumo

Este projeto de pesquisa tem como objeto de estudo as Culturas Lúdicas e Mediações no Contexto Escolar e parte do pressuposto de que a atividade lúdica é uma forma de comunicação e de expressão privilegiada das culturas da infância e se configura como essencial para o desenvolvimento das faculdades humanas das crianças. As mídias, por sua vez, são analisadas a partir de uma perspectiva crítica, visando ultrapassar visões pessimistas que as consideram como responsáveis pela "morte da infância" e também visões otimistas que as concebem como "redentoras da infância". Entendemos que na contemporaneidade os meios de comunicação de massa têm sido utilizados para alcançar diversos nichos do mercado e como não poderia ser diferente, a infância como categoria social heterogênea, paradoxalmente, é tomada como uma generosa fatia do mercado. Este fato associado ao intenso contato das crianças com as mídias, desde muito cedo, tem influenciado e alterado, entre outros aspectos, os comportamentos e os temas das atividades lúdicas infantis. Compreendemos, também, que a partir da dimensão relacional entre gerações, a criança exprime a cultura societal do seu contexto histórico; todavia, de acordo com a Sociologia da Infância, elas fazem-no de modo distinto dos adultos, pois veiculam formas especificamente infantis de inteligibilidade, representação e simbolização do mundo. Em face desses pressupostos e sob o amparo de autores da Teoria Histórico Cultural, da Comunicação Social e da Sociologia da Infância, pretendemos nesta pesquisa, investigar quais os conteúdos midiáticos preferidos por crianças, na faixa etária compreendida entre oito e dez anos; de que maneira conteúdos das mídias aparecem nas atividades lúdicas infantis. Ainda, buscaremos compreender como as crianças estão realizando as mediações nessa esfera e de que forma colaboram na re-significação e na ampliação da cultura lúdica dos seus pares, no interior da escola. A criança está sendo concebida como pertencente a uma categoria social com capacidade de leitura e interpretação, isto é, como sujeito que se apropria e produz cultura nesse contexto de mídias. Por outro lado, a atividade lúdica é concebida como espaço privilegiado de síntese de conhecimentos, informações e que promove o desenvolvimento cultural e multilateral das crianças. Nesse contexto, o projeto de investigação adota como metodologia a pesquisa etnográfica, apoiada nos procedimentos metodológicos de levantamento bibliográfico, observação participante, questionários, entrevistas, visando alcançar os objetivos ressaltados e contribuir na compreensão do tema. Esperamos com esta pesquisa ampliar e atualizar a compreensão das mídias e suas influências nas atividades lúdicas das crianças; aprofundar a compreensão da brincadeira como forma de conhecimento, de expressão e de comunicação e, ainda, analisar as crianças como mediadoras que enriquecem e ampliam a cultura lúdica dos seus pares. Temos como expectativa que a produção científica alcançada colabore para que professores valorizem a infância, como categoria social, suas culturas e os processos de comunicação e interpretação das crianças. Nesse sentido, almejamos contribuir para que escolas avancem como espaços privilegiados de interlocuções entre as crianças, adultos, culturas e interpretações distintas. Ressaltamos, ainda, que o professor e o seu papel social ganham relevância, pois ao considerar também a criança como protagonista e com direito à participação, poderá realizar a sua mediação, atuando no sentido de compreender as culturas da infância e colaborar na re-significação de informações apropriadas no contexto extra-escolar, ampliando os conhecimentos das crianças com conteúdos significativos e indispensáveis à sua formação humana. Professores e crianças, portanto, como protagonistas podem estabelecer interlocuções e assim se construírem como pessoas nas ações, comunicações e produções de sentidos e significações de si, dos outros e do mundo.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BOCHORNY, Jucileny. Cultura lúdica e televisão : mediações no contexto escolar. 2012. 157 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências e Tecnologia. Presidente Prudente.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.