Busca avançada
Ano de início
Entree

Nutrição e adubação do pinhão manso

Processo: 09/12756-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Silvicultura
Pesquisador responsável:Irae Amaral Guerrini
Beneficiário:Mariângela Brito Freiberger
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Nutrição vegetal   Adubação   Crescimento vegetal   Calagem   Fertilizantes NPK   Pinhão manso

Resumo

Mediante a necessidade de substituir os combustíveis fósseis por biocombustíveis, tornam-se de suma importância os estudos envolvendo espécies oleaginosas potenciais produtoras de óleo para fins carburantes. Nesse contexto, o pinhão manso se destaca pela sua produtividade e qualidade de óleo. A produção desta espécie é variável e depende da região, método de cultivo e tratos culturais, bem como da regularidade pluviométrica e fertilidade do solo. Frente à necessidade de conhecimentos técnicos para ampliação do cultivo dessa espécie, o objetivo deste trabalho é avaliar as respostas do pinhão manso em função de doses crescentes de adubação mineral com NPK e de níveis de saturação por bases. O ensaio será composto por quatro experimentos distintos, conduzidos em estufa plástica, cada um com seis tratamentos e quatro repetições, visando obter curvas de resposta da cultura mediante adubação e correção do solo, utilizando-se delineamento experimental inteiramente casualizado. No decorrer do estudo, serão realizadas mensalmente avaliações de diâmetro do colo, altura das mudas e teor de clorofila nas folhas. Ao final do ensaio, além das avaliações dendrométricas e de clorofila, serão determinadas a área foliar, a massa de matéria seca de raízes, caules e folhas, além dos teores e quantidades absorvidas de macro e micronutrientes pelo material vegetal. Também será realizada a análise química completa do solo antes da implantação e ao término do ensaio. Os resultados obtidos serão submetidos à análise de variância e posterior análise de regressão, quando o efeito dos tratamentos for significativo pelo teste F a 5% de probabilidade, ajustando-se as equações aos dados obtidos em função das doses de adubo mineral e dos níveis de saturação por bases para cada experimento. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FREIBERGER, Mariângela Brito. Crescimento inicial e nutrição do pinhão-manso em função da adubação NPK. 2012. 68 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciencias Agronomicas (Campus de Botucatu). Botucatu.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.