Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da função renal na prole de femeas tratadas com dieta hiperlipídica

Processo: 09/13296-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 31 de agosto de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Jose Antonio Rocha Gontijo
Beneficiário:Noemí Angélica Vieira Roza
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Rim   Desenvolvimento

Resumo

A dieta hiperlipídica administrada a gestantes induz na prole aumento da pressão sanguínea, resistência à insulina, dislipidemia e obesidade. Pode também, alterar a estrutura de membrana a composição e quantidade percentual lipídico de membrana modificando a transdução do receptor e sinais pós-receptores. Como exemplo, a dieta hiperlipídica modifica (diminui) a expressão de IR, IRS e AKT.Além disso, promove a expansão e proliferação mesangial e aumenta a expressão de proteínas da via inflamatória: JNK, IKKbeta, IKbeta, NFKbeta. Além disso, aumenta a incidência de proliferação celular neoplásica.Nesse estudo serão avaliadas alterações estruturais e imunomarcação dereceptores de membrana vinculados a vias de crescimento e inflamatórias.Também será estudada a repercussão progressiva do trato pré-natal, relacionada a funções de órgãos e a pressão arterial sistêmica na prole de fêmeas alimentadas com dieta hiperlipídica. Isso irá possibilitar a indicação de formas de intervenção e de diagnósticos mais precisos sobre doenças relacionadas à dieta hiperlipídica durante a gestação.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ROZA, Noemí Angélica Vieira. Ingestão materna crônica de dieta hiperlipídica : efeito sobre a função renal, o metabolismo glicídico e a pressão arterial da prole. 2011. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Médicas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.