Busca avançada
Ano de início
Entree

Partilha de nicho acústico e espacial entre espécies de comunidades de anfíbios anuros da Mata Atlântica do Estado de São Paulo

Processo: 09/13987-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 30 de setembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Jaime Aparecido Bertoluci
Beneficiário:Lucas Rodriguez Forti
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Anura   Bioacústica   Ecologia de comunidades   Mata Atlântica

Resumo

As interações biológicas, tais como a competição e predação, são forças importantes que podem determinar a distribuição e a abundância de organismos na natureza. Comunidades naturais compostas por espécies que utilizam o mesmo recurso de forma semelhante supostamente são estruturadas pela competição interespecífica. Tal força interativa do processo evolutivo pode ter levado à diferenciação de nicho entre os competidores no passado, sendo esse fator relevante para explicar a coexistência de espécies similares. As comunidades de anuros tropicais são caracterizadas por alta diversidade e grande sobreposição espacial de espécies em ambientes reprodutivos, onde a alta densidade de machos de diferentes espécies em atividade de vocalização pode causar problemas de comunicação intra e interespecífica por interferência acústica. Por essa razão, pesquisadores vêm avaliando, na grande maioria das vezes de forma empírica, estratégias que as espécies de anuros podem empregar para reduzir a competição por canais acústicos no interior da comunidade, como a separação espectral (uso de diferentes faixas de frequência) e a diferenciação espacial e/ou temporal. O presente trabalho propõe-se a estudar comunidades de anuros de cinco localidades de Mata Atlântica do estado de São Paulo, com o principal objetivo de testar, por meio de modelos nulos, se ocorre partilha de nicho acústico e espacial entre as espécies. A coleta de dados será feita em pelo menos cinco ambientes reprodutivos previamente selecionados em cada localidade. No mínimo cinco indivíduos de cada espécie das comunidades serão gravados e seus micro-habitats de vocalização serão caracterizados quanto à natureza, altura do substrato e distância da água.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
STANESCU, FLORINA; FORTI, LUCAS R.; COGALNICEANU, DAN; MARQUEZ, RAFAEL. Release and distress calls in European spadefoot toads, genus Pelobates. BIOACOUSTICS-THE INTERNATIONAL JOURNAL OF ANIMAL SOUND AND ITS RECORDING, v. 28, n. 3, p. 224-238, MAY 4 2019. Citações Web of Science: 2.
FORTI, LUCAS RODRIGUEZ; LINGNAU, RODRIGO; ENCARNACAO, LAIS CARVALHO; BERTOLUCI, JAIME; TOLEDO, LUIS FELIPE. Can treefrog phylogeographical clades and species' phylogenetic topologies be recovered by bioacoustical analyses?. PLoS One, v. 12, n. 2 FEB 24 2017. Citações Web of Science: 10.
FORTI, LUCAS RODRIGUEZ; MARQUEZ, RAFAEL; BERTOLUCI, JAIME. Advertisement call of Dendropsophus microps (Anura: Hylidae) from two populations from southeastern Brazil. Zoologia, v. 32, n. 3, p. 187-194, MAY-JUN 2015. Citações Web of Science: 10.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FORTI, Lucas Rodriguez. Organização acústica e microespacial de agregações reprodutivas de anfíbios anuros da Mata Atlântica: competição ou confusão?. 2013. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.