Busca avançada
Ano de início
Entree

Repercussões de diferentes intensidades glicêmicas no início do desenvolvimento embrionário de ratas.

Processo: 09/13416-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Embriologia
Pesquisador responsável:Débora Cristina Damasceno
Beneficiário:Aline Bueno
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Prenhez   Diabetes mellitus   Ratas   Blastocisto

Resumo

O objetivo deste projeto é avaliar a influência do diabete materno com diferentes intensidades glicêmicas nos resultados reprodutivos maternos, desenvolvimento embrionário, níveis de hormônios sexuais, insulina e concentrações de TNFa maternos. Metodologia: No dia do nascimento, ratas Sprague-Dawley serão distribuídas aleatoriamente em dois grupos experimentais: Grupo Diabete Moderado (DM, n=15) - receberá 100 mg streptozotocin/kg no 1º dia de vida e Grupo não-diabético (Controle 1, n=15) - receberá o veículo no mesmo volume e período de DM. Na fase adulta destes animais (Controle 1 e DM), eles serão alocados com outros dois grupos experimentais: Grupo Diabete Grave (DG, n=15) - receberá 40 mg streptozotocin/kg no 100º dia de vida e Grupo não-diabético (Controle 2, n=15) - receberá o veículo no mesmo volume e período de DG. No 110º dia de vida, os animais de todos os grupos experimentais serão acasalados com ratos normoglicêmicos da mesma linhagem e, após confirmação da prenhez (dia 0), serão incluídas ratas controle que apresentarem glicemia abaixo de 119 mg/dL; para o grupo diabete moderado, glicemia entre 120 e 300 mg/dL e para o grupo diabete grave, glicemia superior a 300 mg/dL. Durante a prenhez, serão realizadas glicemias, testes de tolerância à insulina e à glicose e controle de peso corpóreo. No 5º dia de prenhez, as ratas serão anestesiadas e dessangradas para coleta de amostras de sangue para determinação dos níveis de hormônios sexuais, TNFa e insulina materna. Será realizada laparotomia para a retirada dos cornos uterinos para obtenção, contagem e análise de blastocistos em desenvolvimento, que serão fixados em lâminas histológicas para a contagem e avaliação dos blastômeros. Para todas as comparações estatísticas será considerado limite mínimo de significância de 95% (p<0,05). A partir da comparação das análises dos blastocistos, oriundos de ratas com diabete grave e com diabete moderado, e das relações com os valores glicêmicos, TNFa, hormônios sexuais, nosso grupo de pesquisa espera responder e compreender melhor os mecanismos fisiopatológicos existentes já no início do desenvolvimento embrionário frente ao ambiente intrauterino hiperglicêmico a fim de elucidar diversos questionamentos clínicos existentes em nosso Serviço de Diabete e Gravidez.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BUENO, Aline. Repercussões de diferentes intensidades glicêmicas no início do desenvolvimento embrionário de ratas. 2012. 21 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina. Botucatu.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.