Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterizacao estrutural e monitoramento otico da cristalizacao de nanocompositos de polietileno de alta densidade com particulas de diferentes geometrias durante a moldagem por injecao.

Processo: 09/53436-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2009
Vigência (Término): 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Materiais Não-metálicos
Pesquisador responsável:Rosario Elida Suman Bretas
Beneficiário:Cesar Augusto Gonçalves Beatrice
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/61008-5 - Sistemas poliméricos nanoestruturados: processamento e propriedades, AP.TEM
Assunto(s):Moldagem por injeção

Resumo

O principal objetivo deste projeto será estudar a cristalização isotérmica e não-isotérmica de nanocompósítos poliméricos contendo cargas de diferentes geometrias, tais como: uma argila montmorilonita (lametar), uma haloisita (tubular) e uma zeólita (geometria cúbica oca). Os nanocompósitos serão preparados via intercalação do polímero no estado fundido, utilizando-se para isso uma extrusora de rosca dupla co-rotacional com um perfil de rosca apropriado para a obtenção de um elevado nível de dispersão e distribuição das partículas na matriz polimérica. Posteriormente as cinéticas de cristalização quiescente e induzida por fluxo desses materiais serão estudadas através de calorimetria exploratória diferencial (DSC), microscopia ótica de luz polarizada (MOLP) com placa aquecedora, com e sem fluxo cisalhante, e reometria de placas paralelas. Em seguida esses materiais serão então injetados para que sua cristalização seja monitorada por um sistema ótico inserido dentro do molde da injetora. Finalmente, a morfologia desenvolvida após a injeção será estudada utilizando as técnicas de difração de raios-x de alto (WAXS) e de baixo (SAXS) ângulo e microscopia eletrônica de transmissão (MET). Pretende-se, também, analisar as propriedades de permeabilidade e de condução protônica dos nanocompósitos injetados no Instituto Nacional de Pesquisas Científicas (INRS) de Varennes (Canadá), com o objetivo de verificar a influência das diferentes composições e das microestruturas desenvolvidas nesses materiais na permeabilidade ao metanol, para potencial aplicação em células combustíveis. (AU)