Busca avançada
Ano de início
Entree

A implementação da Reserva Extrativista do Rio Unini: conflitos sociais e dinâmicas territoriais no corredor central da Amazônia

Processo: 09/15687-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2009
Vigência (Término): 31 de março de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Sociologia - Outras Sociologias Específicas
Pesquisador responsável:Lúcia da Costa Ferreira
Beneficiário:Satya Bottin Loeb Caldenhof
Instituição-sede: Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais (NEPAM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Sociologia ambiental   Áreas de conservação   Conservação dos recursos naturais   Biodiversidade   Reserva extrativista   Parques nacionais   Conflitos ambientais

Resumo

Esta pesquisa pretende analisar o processo de implementação da Reserva Extrativista do Rio Unini, localizada no município de Barcelos/AM, e integrante do Corredor Central da Amazônia, a partir da discussão sobre a conservação da biodiversidade no Brasil e no mundo e a criação de parques e reservas como a principal forma de promover a preservação de espécies e dos ecossistemas. Neste sentido, a pesquisa deve percorrer a literatura que trata sobre os conflitos envolvendo a presença de populações humanas em áreas destinadas à conservação e a polêmica sobre a possibilidade de compatibilizar a conservação dos recursos naturais com o desenvolvimento sustentável dos grupos humanos residentes em áreas protegidas ou em seu entorno. O objetivo geral será compreender as dinâmicas sócio-históricas relacionadas à implementação e gestão da Reserva Extrativista do Rio Unini, considerando seus moradores, as associações locais e os agentes sociais externos. Os objetivos específicos são: (1) Descrever e contextualizar o processo de implementação da RESEX do Rio Unini, buscando evidenciar sua relação com a regularização fundiária do Parque Nacional do Jaú; (2) Levantar e analisar os conflitos e as estratégias socioambientais visando à implementação da RESEX do Rio Unini e seus desdobramentos na gestão da UC; (3) Verificar se a RESEX atende às expectativas dos moradores do Rio Unini, avaliando seus instrumentos de gestão (plano de uso e plano de manejo) em relação à demanda local e ao movimento social para a criação da RESEX; (4) Analisar a gestão integrada da RESEX do Rio Unini com o Parque Nacional do Jaú, no contexto específico do Mosaico de Unidades de Conservação do Baixo Rio Negro. A metodologia utilizada será a observação participante, análise situacional e a realização de entrevistas semi-estruturadas, combinada com a análise de documentos relativos à gestão e implementação das UCs em foco. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CALDENHOF, Satya Bottin Loeb. Mudanças sociais, conflitos e instituições na Amazônia : os casos do Parque Nacional do Jaú e da Reserva Extrativista do Rio Unini. 2013. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.