Busca avançada
Ano de início
Entree

Construtores do Império, defensores da província: São Paulo, Minas Gerais e a corte na formação do estado nacional e dos poderes locais, 1823-1834

Processo: 09/52802-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2009
Vigência (Término): 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Cecilia Helena Lorenzini de Salles Oliveira
Beneficiário:Carlos Eduardo Franca de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):São Paulo   Imprensa   Minas Gerais

Resumo

Este estudo tem como objetivo analisar a formação dos poderes provinciais em São Paulo e Minas Gerais entre 1823 e 1834, privilegiando a atuação dos Conselhos Provinciais e sua relação com os presidentes de província, bem como os poderes Legislativo e o Executivo. Tem como referências abrangentes de fundo o processo de formação do Estado Nacional e, simultaneamente, a participação das referidas províncias na viabilização de uma monarquia constitucional sediada na Corte do Rio de Janeiro. Trata-se de examinar em conjunto de que maneira a organização dos poderes provinciais - com suas similitudes, particularidades e contradições - inscreveu-se no processo de afirmação de um estado monárquico-constitucional representativo em meio a outras propostas vigentes de organização do Estado à época. Além disso, pretende-se discutir possíveis matizes do chamado projeto "liberal moderado", o qual obteve grande respaldo em São Paulo, Minas Gerais e na Corte no período estudado, partindo-se da hipótese de que a atuação de políticos paulistas, mineiros e fluminenses, notadamente no encaminhamento da reforma constitucional que se consubstanciou no Ato Adicional, em 1834, foi permeada por interesses de grupos locais e influenciada pelo debate político ocorrido em nível provincial. Com intuito de obter um melhor entendimento dos grupos políticos paulistas, mineiros e fluminenses no período, o projeto visa, também, analisar outra dimensão da luta política, qual seja, a do debate promovido pela imprensa nas províncias de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo entre o início do Primeiro Reinado e a conclusão da reforma constitucional. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
OLIVEIRA, Carlos Eduardo Franca de. Construtores do império, defensores da província: São Paulo e Minas Gerais na formação do Estado nacional e dos poderes locais, 1823-1834. 2014. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.