Busca avançada
Ano de início
Entree

Origem e dinâmica do mercúrio em sistemas de transformação latossolo-podzol na Bacia do Rio Negro, Amazonas

Processo: 09/17000-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2010
Vigência (Término): 31 de agosto de 2011
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geografia Física
Pesquisador responsável:Nádia Regina do Nascimento
Beneficiário:Alisson Duarte Diniz
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Geoquímica   Toxicidade   Mercúrio (elemento químico)   Mineralogia

Resumo

A partir dos anos 80, vários dados revelaram alta concentração de mercúrio (Hg) na Bacia do Rio Negro, Amazonas. No entanto, esses estudos sempre relacionavam essa concentração às atividades de garimpo. Dados divulgados sobre a contaminação do Hg tóxico nos peixes e no sangue e cabelo dos habitantes das comunidades ribeirinhas amazônicas despertaram interesses ainda maiores sobre a origem desse elemento químico na Bacia do Rio Negro e, principalmente, da sua espécie mais ameaçadora para homem: a tóxica - etil e metilmercúrio. Outros dados revelaram que áreas praticamente intocadas pelas atividades humanas, especialmente as podzolizadas, apresentam o Hg tóxico nos solos, água, peixes e humanos em quantidades iguais ou até mesmo superiores àquelas antropizadas. Assim, esse projeto tem como objetivo estudar a origem e a dinâmica do mercúrio em dois sistemas de alteração natural latossolo-podzol da Bacia do Rio Negro: 1) pré-podzolizado, com empobrecimento e grande hidratação das lateritas e 2) podzolizado: a) hidromórfico - fracamente incidido pela rede de drenagem e b) podzóis desenvolvidos e fortemente incididos pela rede de drenagem, que são, assim, fonte de complexos organominerais para as águas da Bacia do Rio Negro e, portanto, do mercúrio tóxico. Dessa forma, os resultados permitirão compreender a origem e o comportamento do mercúrio em três diferentes fases de podzolização. O método da Análise Estrutural da Cobertura Pedológica (Boulet, 1982), a quantificação e especiação do Hg, assim como as análises químicas, físicas, morfológicas e mineralógicas dos solos contribuirão para o alcance dos objetivos propostos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
DINIZ, Alisson Duarte. Origem e dinâmica do mercúrio em sistemas de transformação latossolo-espodossolo na bacia do Rio Negro, Amazonas. 2011. 132 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Geociencias e Ciencias Exatas. Rio Claro.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.