Busca avançada
Ano de início
Entree

Níveis de energia e proteína digestíveis para a Tilápia do Nilo criada em tanques-rede na fase de terminação: desempenho produtivo, parâmetros hematológicos e análise econômica

Processo: 09/54414-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Aquicultura
Pesquisador responsável:Luiz Edivaldo Pezzato
Beneficiário:João Fernando Albers Koch
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Tilápia-do-Nilo   Oreochromis niloticus   Estresse em animal   Homeostase

Resumo

Essa pesquisa objetiva avaliar as respostas de desempenho produtivo, parâmetros hematológicos e análise econômica da tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) na fase de terminação (400 a 800g), criadas em tanques-rede, alimentadas com diferentes níveis de proteína digestível (PD) e energia digestível (ED). Adotou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado, em esquema fatorial (3 x 2), três níveis de PD (19, 22 e 25%) e dois de ED (2600 e 3000 kcal/kg de dieta), com cinco repetições (tanques-rede/tratamento). O experimento será dividido em duas fases, a Fase-I realizada na Piscicultura Fernandes - Palmital/SP (latitude 22°56'41,47", longitude 50°10'39,06"), no reservatório de canoas II, rio Paranapanema e a Fase-II serão realizadas na Universidade Estadual Paulista - UNESP, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Laboratório AquaNutri, Campus de Botucatu. Fase-I: após 120 dias de experimento (400 a 800g), todos os animais serão contabilizados para determinar o desempenho produtivo, sendo parte submetida a estresse por transporte e, 20 peixes/tanque-rede sacrificados para o rendimento e composição bromatológica de filés e, índices hepatossomático e de gordura visceral. Dados obtidos nessa fase serão utilizados para a determinação das seguintes variáveis de avaliação econômica: custo operacional efetivo, custo operacional total, rendimento, preço de venda, receita bruta, receita líquida financeira e lucro operacional. Fase-II: peixes dos diferentes tratamentos, não submetidos ao estresse da primeira fase, serão transportados e alojados por 15 dias em aquários de 250L no Laboratório da Unesp, para determinação do padrão hematológico. Após, serão submetidos a estresse térmico e novamente determinadas às variáveis hematológicas. Serão determinadas as seguintes variáveis hematológicas antes e após o estresse por transporte e temperatura: contagem de eritrócitos e leucócitos, taxa de hemoglobina, porcentagem de hematócrito, volume corpuscular médio, concentração de hemoglobina corpuscular média, proteína plasmática e glicose. Os dados serão submetidos à análise de variância (ANOVA) e, no caso de diferenças significativas, será realizado teste de comparação de médias de Tukey. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
KOCH, J. F. A.; BARROS, M. M.; TEIXEIRA, C. P.; CARVALHO, P. L. P. F.; FERNANDES JUNIOR, A. C.; CINTRA, F. T.; PEZZATO, L. E. Protein-to-energy ratio of 21.43 g MJ(-1) improves growth performance of Nile tilapia at the final rearing stage under commercially intensive rearing conditions. AQUACULTURE NUTRITION, v. 23, n. 3, p. 560-570, JUN 2017. Citações Web of Science: 1.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
KOCH, João Fernando Albers. Níveis de proteína e energia digestíveis para tilápia-do-nilo criada em tanques-rede na fase de terminação. 2013. 106 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia. Botucatu.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.