Busca avançada
Ano de início
Entree

Hipotensão pós-exercício resistido em homens hipertensos: influência do uso de captopril

Processo: 09/18219-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de novembro de 2010
Vigência (Término): 30 de junho de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Cláudia Lúcia de Moraes Forjaz
Beneficiário:Andréia Cristiane Carrenho Queiroz
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Hemodinâmica   Pressão sanguínea   Hipertensão   Fisiologia do exercício

Resumo

Uma única sessão de exercícios resistidos é capaz de promover hipotensão pós-exercício em hipertensos, mas os mecanismos responsáveis por esses efeitos nesta população não foram estudados. Devido às alterações hemodinâmicas e neurais impostas pelo quadro de hipertensão, é possível que os hipertensos apresentem mecanismos hipotensores diferentes dos observados em normotensos. Além disso, freqüentemente pacientes hipertensos utilizam medicamentos anti-hipertensivos, como forma de tratamento da doença. Esses medicamentos alteram nos mecanismos reguladores da pressão arterial (PA) e podem afetar nas respostas pós-exercício. Entretanto, a interação entre a conduta medicamentos a o exercício físico, principalmente, resistido, foi pobremente investigada na literatura. Desta forma, os objetivos desta tese serão: 1) avaliar as respostas da PA clínica e de 24 horas e seus mecanismos hemodinâmicos sistêmicos e neurais após uma única sessão de exercícios resistidos em homens hipertensos, comparando-as com as obtidas em indivíduos normotensos; 2) verificar o efeito do uso do inibidor da enzima conversora de angiotensina I, captopril, sobre as respostas citadas anteriormente. Para tanto, 12 homens hipertensos, entre 30 a 60 anos, participarão, de 4 sessões experimentais: controle placebo, controle captopril, exercício placebo e exercício captopril. Além disso, 12 homens normotensos, pareados aos hipertensos em idade, também participarão de 2 sessões: Controle e Exercício. A sessão de exercício constará de 6 exercícios, 3 séries realizadas até a fadiga moderada em 50% de 1RM. A PA (auscultatória e fotopletismográfica), a freqüência cardíaca (ECG), o débito cardíaco (reinalação de CO2), o fluxo sangüíneo (pletismografia de oclusão venosa), a reatividade vascular (hiperemia reativa), a modulação autonômica cardíaca e vasomotora (análise espectral da variabilidade da freqüência cardíaca e da PA) e a sensibilidade barorreflexa (coeficiente alfa, função de transferência e método seqüencial) serão medidos no laboratório antes, após 30-60 minutos e também após 7 horas das intervenções. Além disso, os voluntários submeter-se-ão à monitorização ambulatorial da PA por 24 horas após as sessões experimentais para verificar a duração do efeito hipotensor. Os dados serão comparados pela análise de variância ANOVA de 3 fatores. Quando necessário, será empregado o teste de "post-hoc" de Newman-Keuls. Será aceito como significante o índice de P<0,05.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARRENHO QUEIROZ, ANDREIA CRISTIANE; SILVA JR SOUSA, JULIO CESAR; SILVA, JR., NATAN DANIEL; TOBALDINI, ELEONORA; ORTEGA, KATIA COELHO; DE OLIVEIRA, EDILAMAR MENEZES; BRUM, PATRICIA CHAKUR; MONTANO, NICOLA; MION, JR., DECIO; TINUCCI, TAIS; DE MORAES FORJAZ, CLAUDIA LUCIA. Captopril does not Potentiate Post-Exercise Hypotension: A Randomized Crossover Study. INTERNATIONAL JOURNAL OF SPORTS MEDICINE, v. 38, n. 4, p. 270-277, APR 2017. Citações Web of Science: 4.
QUEIROZ, A. C. C.; SOUSA, J. C. S.; CAVALLI, A. A. P.; SILVA, JR., N. D.; COSTA, L. A. R.; TOBALDINI, E.; MONTANO, N.; SILVA, G. V.; ORTEGA, K.; MION, JR., D.; TINUCCI, T.; FORJAZ, C. L. M. Post-resistance exercise hemodynamic and autonomic responses: Comparison between normotensive and hypertensive men. SCANDINAVIAN JOURNAL OF MEDICINE & SCIENCE IN SPORTS, v. 25, n. 4, p. 486-494, AUG 2015. Citações Web of Science: 15.
BRITO, L. C.; QUEIROZ, A. C. C.; FORJAZ, C. L. M. Influence of population and exercise protocol characteristics on hemodynamic determinants of post-aerobic exercise hypotension. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, v. 47, n. 8, p. 626-636, Ago. 2014. Citações Web of Science: 26.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.