Busca avançada
Ano de início
Entree

Vias de regulação da expressão gênica promíscua no timo envolve Aire e microRNAs

Processo: 09/54694-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2010
Vigência (Término): 31 de outubro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunogenética
Pesquisador responsável:Geraldo Aleixo da Silva Passos Júnior
Beneficiário:Ernna Hérida Domingues de Oliveira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/56594-8 - Controle do transcriptoma no diabetes mellitus, AP.TEM
Assunto(s):Análise de sequência com séries de oligonucleotídeos   Interferência de RNA   Timo

Resumo

O projeto atual refere-se ao estudo comparativo da expressão gênica promíscua em células do epitélio do timo (TECs) de camundongos isogênicos de uma linhagem não auto-imune (BALB-C) e da linhagem NOD, non obese diabetic (que desenvolve diabetes mellitus do tipo 1). O objetivo central é o de traçarmos assinaturas de expressão gênica diferencial de células epiteliais tímicas de cada uma destas duas linhagens isogênicas e com o uso de programas de bioinformática aplicados a análise de dados de microarrays (Cluster - Tree View e Significance Analysis of Microarrays, SAM), apontarmos genes de TSAs que uma vez modulados no timo (indução ou repressão) poderão influenciar o surgimento da auto-impunidade. Supõe-se que o controle genético molecular da expressão promíscua de TSAs no timo é exercido pelo controlador transcricional Aire (autoimmune regulator), mas ainda faltam evidencias diretas da co-regulação de Aire e a expressão de TSAs. Neste projeto, pretendemos estudar esta co-regulação fazendo uso da técnica de RNA de interferência (RNAí) silenciando o transcrito do gene Aire diretamente no timo in vivo e observando a expressão de genes de TSAs por meio dos microarrays. Faremos uso da técnica de eletroporação e/ou da lipofecção (uso de lipossomos) in vivo para transfectar o RNAi anti gene Aire diretamente no timo de camundongos intactos. Experimentos preliminares de nosso laboratório mostraram que a transfecção do timo in vivo com RNAi, usando essas técnicas, é eficiente para o estroma tímico. Os resultados serão importantes para avaliarmos se a perturbação do transcrito do gene Aire no timo de uma linhagem normal (BALB-C) tem conseqüências sobre genes de TSAs comparáveis com a linhagem NOD (non obese diabetic) que é autoimune. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
OLIVEIRA, Ernna Hérida Domingues de. Vias de regulação da expressão gênica promíscua no timo envolve Aire e microRNAs. 2013. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.