Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito das fontes de zinco na dieta de matrizes suínas e na sua progênie

Processo: 09/18542-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2010
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia - Nutrição e Alimentação Animal
Pesquisador responsável:Lúcio Francelino Araújo
Beneficiário:Claudia Cassimira da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA). Universidade de São Paulo (USP). Pirassununga , SP, Brasil
Assunto(s):Suínos   Nutrição animal   Óxido de zinco

Resumo

As fontes orgânicas de minerais têm sido avaliadas nas rações de suínos, especialmente em leitões desmamados e suínos nas fases de crescimento e terminação, encontrando-se resultados variáveis, principalmente em virtude das diferentes fontes estudadas. Ainda, pesquisas com minerais de fontes orgânicas para matrizes são escassas. Desta forma, diante da importância do zinco no desempenho produtivo e reprodutivo de matrizes suínas, e no desempenho de leitões, serão conduzidos três experimentos com o objetivo de avaliar diferentes fontes de zinco na alimentação de suínos. O experimento I avaliará diferentes fontes de zinco, orgânico (zinco+metionina e zinco+glicina) e inorgânico (óxido de zinco) na dieta de porcas em gestação e lactação e os efeitos do uso destas fontes na sua progênie. Serão utilizadas 18 fêmeas de uma linhagem comercial distribuídas em delineamento experimental de blocos ao acaso, com 3 tratamentos e 6 repetições de 1 animal. As características avaliadas nas porcas serão: prolificidade, número de leitões nascidos vivos e níveis séricos de zinco no colostro e no leite. Para os leitões após parto até a desmama serão analisados: níveis de zinco plasmático, ganho de peso, consumo de ração e conversão alimentar, índice de diarreia, altura das vilosidades, profundidade de criptas e a relação altura das vilosidades/profundidade de cripta do duodeno, densidade óssea da tíbia direita. No experimento II serão utilizados 180 leitões, desmamados com 21 dias de idade, distribuídos em delineamento de blocos ao acaso em esquema fatorial 3 x 3 (3 dietas maternas - alimentadas com óxido de Zn, Zn-Met, Zn-Gli x 3 dietas da progênie contendo óxido de Zn, Zn-Met, Zn-Gli) totalizando 9 tratamentos e 5 repetições de 4 animais cada. No experimento III serão utilizados 168 leitões, desmamados com 21 dias de idade, distribuídos em delineamento de blocos ao acaso com 7 tratamentos (1-Dieta basal sem suplementação de zinco; 2 - Dieta basal + 100 ppm Zn de óxido de Zn; 3Dieta basal + 100 ppm de Zn de Zn-Met; 4 - Dieta basal + 100 ppm de Zn de Zn-Gli; 5 - Dieta basal + 200 ppm de Zn de óxido de Zn; 6 - Dieta basal + 200 ppm de Zn de Zn- Met -; 7 - Dieta basal + 200 ppm de Zn de Zn-Gli) com 6 repetições de 4 animais cada. Nos experimentos II e III serão avaliados o desempenho, incidência de diarreia, parâmetros sanguíneos, parâmetros ósseos e histologia intestinal. Todos os animais serão pesados no início do experimento (21 dias de idade), no final das fases I (35 dias), II (49 dias) e III (70 dias). Em todos os experimentos, os dados serão analisados utilizando o programa SAS (1998). As médias dos tratamentos serão comparadas pelo teste de Tukey ao nível de 5% de probabilidade, segundo Steel e Torrie (1980). (AU)