Busca avançada
Ano de início
Entree

Variabilidade genética de restaurações florestais: diversidade e estrutura genética em Centrolobium tomentosum Gullim ex. Bentham e Myroxylon peruiferum L.F

Processo: 10/00170-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2010
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Maria Imaculada Zucchi
Beneficiário:Kaiser Dias Schwarcz
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Genética populacional   Repetições de microssatélites   Restauração florestal   Fluxo gênico   Mata Atlântica   Plantas medicinais

Resumo

A Mata Atlântica foi a segunda maior floresta tropical em ocorrência e importância na América do Sul. Sua destruição tem resultado na eliminação de muitas populações e na erosão da diversidade genética das espécies. No Estado de São Paulo a Floresta Atlântica encontra-se reduzida à cerca de 9% de sua área original. Nas últimas décadas a recuperação de ecossistemas degradados recebeu a atenção da comunidade científica, passando a ser considerada uma área do conhecimento chamada Ecologia da Restauração. O estudo e monitoramento de áreas de restauração florestal é essencial para melhorar as técnicas de restauração em ecossistemas tropicais e subtropicais. Para que uma determinada espécie se perpetue em uma área em processo de restauração, é preciso que a mesma desenvolva todo o seu ciclo de vida e que gerem descendentes capazes de se desenvolver a ponto de substituir as árvores mães quando as mesmas entrarem em senescência. Também é importante a restituição as interações ecológicas entre as espécies arbóreas e seus dispersores de sementes e polinizadores.Resulta dessas considerações a necessidade de se estudar a variabilidade genética de populações arbóreas dentro de áreas de floresta restaurada, assim como a ocorrência e efetividade do fluxo gênico entre estas áreas e os fragmentos de seu entorno. O presente projeto propõe-se a estudar a variabilidade genética de duas espécies arbóreas de mata atlântica; Centrolobium tomentosum Guillem ex. Bentham e Myroxylon peruiferum L. f., em duas diferentes áreas de restauração florestal e em fragmentos remanescentes no seu entorno. Objetiva-se estimar o fluxo gênico por pólen e por sementes entre as áreas de reflorestamento e os remanescentes naturais. A partir dessas estimativas poderão ser tiradas conclusões quanto à sustentabilidade genética das áreas de restauração florestal, bem como o nível de sucesso do restabelecimento das interações ecológicas.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SCHWARCZ, Kaiser Dias. Viabilidade genética de restaurações florestais : diversidade e estrutura genética em Myroxylon peruiferum L.f. 2014. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Biologia.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.