Busca avançada
Ano de início
Entree

Geoprópolis de Melipona fasciculata Smith: ações citotóxica, imunomoduladora, antibacteriana e antifúngica

Processo: 10/50064-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2010
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Etnofarmacologia
Pesquisador responsável:José Maurício Sforcin
Beneficiário:Maria Jose Abigail Mendes Araujo
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Citocinas   Imunomodulação

Resumo

Melipona fasciculata Smith é uma abelha nativa, social e sem ferrão que produz cera, mel e geoprópolis. Esta abelha coleta material resinoso das plantas e adicionam secreções mandibulares, cera e barro ou terra, formando a geoprópolis, diferentemente da própolis produzida por Apis mellifera. A geoprópolis é utilizada empiricamente em tratamentos de pele e de doenças gastrointestinais e respiratórias; contudo, trabalhos sobre suas atividades citotóxicas, imunomoduladora, antibacteriana e antifúngica são escassos ou mesmo ausentes. Assim, analisaremos a possível cito toxicidade do extrato hidroalcoólico de geoprópolis de M. fasciculata sobre células normais (monócitos) e sobre células tumorais (carcinoma da lannge humana - HEp-2), e sobre a produção de citocinas pró- e antiinflamatórias. As atividades antibacterianas e antifúngicas da geoprópolis também serão avaliadas, verificando sua ação antibacteriana sobre Staphylococcus aureus e Escherichia coli, determinando sua concentração inibitória mínima (CIM) e a curva de sobrevivência das mesmas em função do tempo, bem como as possíveis interações (sinergismo ou antagonismo) entre a geoprópolis e drogas antimicrobianas. Também será avaliado o efeito da geoprópolis sobre o crescimento de Pythium insidiosum obtido de humano e eqüino, pois ainda não há droga antifúngica eficiente contra o mesmo, sendo difícil o tratamento de infecções causadas por este fungo. Os resultados deste trabalho poderão fornecer subsídios para o surgimento de tratamentos alternativos ou associados àqueles já existentes, além de fornecer contribuição inédita junto a este campo de investigação. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ABIGAIL MENDES ARAUJO, MARIA JOSE; GIMENES BOSCO, SANDRA DE MORAES; SFORCIN, JOSE MAURICIO. Pythium insidiosum: inhibitory effects of propolis and geopropolis on hyphal growth. Brazilian Journal of Microbiology, v. 47, n. 4, p. 863-869, OCT-DEC 2016. Citações Web of Science: 6.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ARAUJO, Maria Jose Abigail Mendes. Geoprópolis de Melipona fasciculata SMITH : ações citotóxica, imunomoduladora, antibacteriana e antifúngica. 2013. 93 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.