Busca avançada
Ano de início
Entree

A ativação das células dendríticas por ArtinM favorece o cross-priming de células T CD8+ por antígenos de patógenos?

Processo: 10/01171-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2010
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Maria Cristina Roque Antunes Barreira
Beneficiário:Thiago Aparecido da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Células dendríticas

Resumo

A lectina ArtinM obtida do extrato bruto de sementes de jaca, Artocarpus integrifolia, é específica para manotriose Man alfa 1-3 [Man alfa 1-6] Man, e dotada de importante propriedade imunomoduladora, exercida pela indução de APCs a produzirem IL-12. Em conseqüência, administração da lectina a camundongos é seguida de secreção de IFN-gama por linfócitos e estabelecimento de um padrão de resposta imune de tipo Th1, capaz de conferir proteção contra patógenos intracelulares, como constatado nas infecções por Leishmania major, Leishmania amazonensis e Paracoccidioides brasiliensis.O desenvolvimento da função efetora das células T CD8+ é fundamental frente a várias infecções bacterianas e virais. A ativação dessas células ocorre pela molécula MHC de classe I, via clássica de apresentação do antígeno, mas quando esta molécula envolve-se na apresentação de antígenos internalizados por APCs, tem-se a via de apresentação cruzada. Este processo resulta no cross-priming das células T CD8+, contribuindo na proteção contra patógenos que requerem a participação de células T CD8+ como efetoras da imunidade.As células dendríticas são APCs profissionais com papel chave na apresentação cruzada. Para que ela ocorra é necessária a participação de células dendríticas maturas, através de seus receptores de membrana, moléculas coestimuladoras e citocinas inflamatórias secretadas. O presente trabalho tem como objetivo analisar a repercussão das citocinas com perfil Th1 produzidas por células dendríticas sob estímulo de ArtinM na apresentação cruzada de antígenos, verificando o favorecimento do cross-priming de linfócitos T CD8+. Como estratégia de investigação, propomos a administração da lectina a camundongos, seguindo-se a inoculação de um antígeno glicosilado (albumina de ovo de galinha, OVA). As células dendríticas CD8alfa+ e T CD8+ derivadas do baço desses animais serão purificadas e co-cultivadas na presença de OVA. A população de células T CD8+ será analisada por FACS, identificando-se a proporção de marcação intracelular da citocina IFN-gama. Serão realizados ainda ensaios de citotoxicidade, ensaios de proliferação celular e dosagem das citocinas IL-2 e IFN-gama. Será feita a análise comparativa desses parâmetros entre camundongos aos quais administrou-se, ou não, a lectina ArtinM. Unitermos: ArtinM, células T CD8+, células dendríticas, cross-priming.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)