Busca avançada
Ano de início
Entree

Redes sociais e apoio social no contexto dos transtornos alimentares

Processo: 10/01257-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de março de 2012
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Tratamento e Prevenção Psicológica
Pesquisador responsável:Manoel Antônio dos Santos
Beneficiário:Carolina Leonidas
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Transtornos da alimentação e da ingestão de alimentos   Bulimia nervosa   Ambiente familiar   Redes sociais (grupos sociais)   Apoio social   Mulheres   Saúde da mulher

Resumo

Os transtornos alimentares têm adquirido crescente visibilidade nos últimos anos, despertando forte interesse da comunidade científica e do público em geral. Caracterizam-se por graves perturbações no comportamento alimentar. Um dos transtornos que mais têm despertado a atenção ultimamente é a bulimia nervosa, que é configurada por repetidos episódios de compulsão alimentar que despertam sensação de perda de controle e, na maioria dos casos, são seguidos de rituais purgativos, tais como: exercícios físicos excessivos, vômitos auto-induzidos e uso abusivo de laxantes, diuréticos e anorexígenos. Vários autores propõem que a desorganização existente na vida das pacientes bulímicas são resultados da interação de vários fatores, incluindo a influência da dinâmica familiar. Partindo-se da hipótese de que os relacionamentos que as mulheres com bulimia nervosa estabelecem ao longo de sua vida tendem a ser instáveis e bastante conturbados, e que essa fragilidade dos laços afetivos pode estar relacionada com a ocorrência do quadro psicopatológico, o presente estudo tem por objetivo investigar como essas mulheres percebem as redes familiar, social e pessoal nas quais estão inseridas. Trata-se de um estudo do tipo exploratório, descritivo e transversal, com enfoque qualitativo. Serão investigadas mulheres jovens e adultas com bulimia nervosa, vinculadas as Grupo de Assistência em Transtornos Alimentares (GRATA) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (HC-FMRP-USP). Os instrumentos utilizados para a coleta dos dados serão: entrevista semi-estruturada, seguida da aplicação do genograma e do mapa de redes, a serem aplicados individualmente. A entrevista será gravada em áudio para posterior transcrição e análise de conteúdo temática. Os dados serão interpretados com o apoio do referencial teórico da rede social. Espera-se que os resultados obtidos possam colaborar para a compreensão, por parte dos profissionais da área, da forma como as relações que as pacientes com bulimia nervosa estabelecem com as pessoas de seu contexto de vida podem influenciar no curso do quadro, de modo a contribuir para o aprimoramento das estratégias de tratamento e prevenção.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LEONIDAS, CAROLINA; DOS SANTOS, MANOEL ANTONIO. Emotional Meanings Assigned to Eating Disorders: Narratives of Women with Anorexia and Bulimia Nervosa. UNIVERSITAS PSYCHOLOGICA, v. 16, n. 4 2017. Citações Web of Science: 1.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LEONIDAS, Carolina. Redes sociais e apoio social no contexto dos transtornos alimentares. 2012. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.