Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos agudos e crônicos da combinação dos treinamentos de força e vibração sobre o desempenho neuromuscular e a excitabilidade das vias reflexas

Processo: 06/06525-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de março de 2007
Vigência (Término): 30 de abril de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Educação Física
Pesquisador responsável:Valmor Alberto Augusto Tricoli
Beneficiário:Mauro Alexandre Benites Batista
Instituição-sede: Escola de Educação Física e Esporte (EEFE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Treinamento esportivo   Treinamento de força   Plataforma vibratória   Salto vertical

Resumo

O salto vertical é uma habilidade importante para muitos esportes. Há fortes evidências de que seu desempenho é determinado pela força muscular e pelo controle motor. Deste modo, a fim de promover melhoras no desempenho do salto é preciso utilizar métodos de treinamento que atuem sobre ambos os componentes. Estudos demonstraram que a melhor estratégia, para esse propósito, é utilizar um método de treinamento de força combinado com o treinamento de saltos. Recentemente, no entanto, demonstrou-se que o treinamento de vibração pode produzir melhoras no desempenho da força e do salto vertical, comparáveis às obtidas com o método de treinamento de força isolado. O treinamento de vibração é realizado sobre uma plataforma que produz pequenos e rápidos movimentos oscilatórios que se propagam pelo corpo todo. Essa estratégia de treinamento está causando grande interesse na comunidade científica e motivando uma série de estudos. Entretanto, até o momento nenhum estudo analisou o efeito de combinar o treinamento de força sobre a plataforma vibratória com o treinamento de saltos. A realização do treinamento de força sobre a plataforma vibratória poderia produzir ganhos mais expressivos na força muscular, enquanto a combinação com o treinamento de saltos promoveria o ajuste necessário do controle motor exigido quando novos níveis de força são adquiridos. Portanto, essa estratégia deveria produzir ganhos mais expressivos no desempenho do salto em comparação ao treinamento convencional de força e saltos e ao treinamento de força sobre a plataforma isolado.