Busca avançada
Ano de início
Entree

Entre as serras: os saberes, o povo, o cerrado e a floresta

Processo: 10/01466-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de dezembro de 2010
Vigência (Término): 30 de novembro de 2012
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Carlos Alfredo Joly
Beneficiário:Emmanuel Duarte Almada
Instituição-sede: Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais (NEPAM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Etnoecologia

Resumo

A partir de uma abordagem etnoecológica, o objetivo central deste projeto é realizar um estudo comparativo dos saberes etnoecológicos sobre o entorno vegetal em duas comunidades quilombolas situadas em ecossistemas de características biofísicas distintas e, em certos aspectos, contrastantes: a Mata Atlântica e o Cerrado. Os dois biomas são hotspots de diversidade, com processos intensos de ocupação e, especificamente nos locais onde será realizado o projeto, apresentam um rápido avanço da urbanização e aumento das atividades turísticas. As seguintes hipóteses serão testadas no projeto: (i) As características da estrutura e da composição da vegetação típica dos ecossistemas, onde se encontram as comunidades quilombolas, conduzem a diferentes padrões de conhecimento e uso das espécies e dos processos ecológicos associados. (ii) os fatores mais importantes para a distribuição do conhecimento etnoecológico em cada comunidade são a idade, o gênero e atividade econômica desempenhada pelo indivíduo. (iii) As espécies de plantas nativas mais conhecidas e utilizadas em cada comunidade quilombola correspondem ao tipo de formas de vida vegetal (herbáceo, arbustivo e arbóreo) mais freqüentes em cada ecossistema. Através das metodologias usualmente utilizadas nas etnociências, os saberes das duas comunidades sobre a estrutura da vegetação, bem como sobre processos ecológicos como polinização, floração, dispersão e ciclagem de nutrientes serão descritos para posterior comparação. Também serão analisados os saberes entre diferentes grupos sociais dentro de cada comunidade, em relação ao gênero, idade e atividade econômica. Para se entender os padrões atuais, a história ambiental da região de cada comunidade também será descrita. As análises dos resultados serão realizadas através de ferramentas qualitativas, quantitativas e quali-quantitativas, permitindo melhor descrição dos padrões encontrados, dada a elevada complexidade que caracteriza os sistemas sócio-ecológicos.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ALMADA, Emmanuel Duarte. Entre as serras : etnoecologia de duas comunidades quilombolas no sudeste brasileiro. 2012. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.