Busca avançada
Ano de início
Entree

Ontogenia de frutos e sementes de quatro espécies de Passiflora (Passifloraceae - subgênero Decaloba (DC.) rchb. seção Xerogona (RAF.) killip)

Processo: 10/01779-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2010
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Morfologia Vegetal
Pesquisador responsável:Sandra Maria Carmello-Guerreiro
Beneficiário:Juliana Foresti Milani
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Passiflora   Ontogenia

Resumo

O gênero Passiflora L., conta com aproximadamente 525 espécies (Kugler & Kind, 2004; Ulmer & MacDougal, 2004), é o maior e mais representativo da família e pode ser dividido em 4 subgêneros: Dedamioides (Harms) Killip e Decaloba (DC.) Rchb, grupos com flores e frutos pequenos, e Astrophea (DC.) Mast e Passiflora, grupo com flores e frutos grandes (MacDougal & Feuillet, 2004).O subgênero Decaloba, inclui mais de 200 espécies e atrai especial interesse pela beleza de suas folhas e rápido crescimento (Dornelas et al., 2006a). Este subgênero está dividido em muitas seções e subsessões, sendo uma delas a Seção Xerogona (Raf.) Killip., que inclui 13 espécies (Ulmer & MacDougal, 2004), sendo, as mais encontradas no Brasil - P. sanguinolenta Mast., P. citrina MacDougal, P. rubra L. e P. capsularis L. - espécies que apresentam em comum, frutos tipo cápsula, que constituem uma exceção em Passiflora, cujos frutos comumente são do tipo baga. A escolha destas espécies para estudo baseia-se no fato das mesmas já serem objeto de estudo no Laboratório de Biologia Molecular do Desenvolvimento Vegetal, do Departamento de Biologia Vegetal-IB-Unicamp, sob a responsabilidade do Dr. Marcelo Carnier Dornelas, no que diz respeito ao desenvolvimento dos órgãos florais e ao fenômeno do movimento do androginóforo [e.g. ver projeto FAPESP 08/57654-5 ¨Caracterização do movimento do androginóforo de flores do gênero Passiflora, seção Xerogona (Passifloraceae)¨]. Além disso, desenvolve-se um projeto de seqüenciamento de etiquetas de seqüências expressas (Expressed Sequences Tags- ESTs) de espécies de Passiflora -nomeado Passioma-FAPESP (05/57097-0), que visa possibilitar a identificação de genes preferencialmente expressos durante o desenvolvimento reprodutivo e potencialmente envolvidos no desenvolvimento da flor e do fruto de espécies de Passiflora. Entretanto, para a manipulação genética é necessário o conhecimento da estrutura genética básica das espécies envolvidas, bem como caracteres morfo-anatômicos muito bem conhecidos, para futuras atribuições de função dos genes às estruturas morfológicas.Dentro desta proposta, estudos ontogenéticos de frutos e sementes são importantes ao permitir análises de expressão gênica utilizando técnicas de hibridização in situ, assim sendo, o objetivo deste trabalho é o desenvolvimento ontogenético de frutos e sementes de quatro espécies de Passiflora, da seção Xerogona, ocorrentes no Brasil.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MILANI, Juliana Foresti. Ontogenia de frutos e sementes de espécies de Passiflora (Passifloraceae - subgênero Decaloba (DC.) Rchb. seção Xerogona (Raf.) Killip). 2014. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Biologia.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.