Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos genético-moleculares em espécies do gênero Stylosanthes Sw.: mapeamento genético molecular de uma população F2 de s. guianensis (Aubl.) SW. e estudo da variabilidade genética em acessos de s...

Processo: 10/50301-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Anete Pereira de Souza
Beneficiário:Guilherme de Toledo e Silva
Instituição-sede: Centro de Biologia Molecular e Engenharia Genética (CBMEG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Antracnose   Repetições de microssatélites   Diversidade genética   Melhoramento genético

Resumo

No Brasil, a pecuária bovina é baseada principalmente na utilização de pastagens para alimentação animal, sendo a maioria destas cultivadas. Os maiores problemas enfrentados pelos produtores são a degradação das pastagens e o seu alto custo de recuperação, principalmente pela necessidade de uso de fertilizantes químicos nitrogenados. Devido à capacidade das leguminosas de transformar o nitrogênio atmosférico e fixá-lo no solo, seu uso consorciado a gramíneas pode ser indicado como uma alternativa menos onerosa para recuperação das pastagens. Dentre as leguminosas já testadas como pastagens, as do gênero Stylosanthes têm se mostrado passíveis de utilização em regiões de solos de baixa fertilidade, apresentando bons resultados quando consorciadas a gramíneas. O Brasil é o maior centro de origem e diversidade deste gênero, com ocorrência das espécies de maior potencial forrageiro, havendo vários acessos disponíveis em bancos de germoplasma. Desta forma, um dos objetivos desse projeto é acessar a diversidade genética de S. capitata Vog. em 180 acessos do Banco de Germoplasma da Embrapa Cerrados, através do uso de marcadores micros satélites. Um grande problema que limita a utilização de cultivares comerciais de Stylosanthes como forrageiras é a suscetibilidade à doença antracnose, causada pelo fungo Colletotrichum gloeosporioides. Tal fungo provoca manchas nas folhas e caules, desfolha, seguindo-se da morte das plantas suscetíveis. Este fato leva à necessidade de estudos visando identificar espécies resistentes à antracnose e sua possível utilização no desenvolvimento de novas variedades comerciais (Maass & Sawkins 2004). Sendo assim, outro objetivo desse projeto visa construir um mapa genético-molecular com marcadores moleculares do tipo micros satélite para mapear e estimar os efeitos dos genes associados à resistência à antracnose, utilizando uma população F2, obtida a partir do cruzamento entre parentais divergentes de Stylosanthes guianensis (Aubl.) Sw. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SANTOS-GARCIA, MELISSA OLIVEIRA; DE TOLEDO-SILVA, GUILHERME; SASSAKI, RODRIGO POSSIDONIO; FERREIRA, THAIS HELENA; SIMEAO RESENDE, ROSANGELA MARIA; CHIARI, LUCIMARA; KARIA, CLAUDIO TAKAO; CARVALHO, MARCELO AYRES; FALEIRO, FABIO GELAPE; ZUCCHI, MARIA IMACULADA; DE SOUZA, ANETE PEREIRA. Using genetic diversity information to establish core collections of Stylosanthes capitata and Stylosanthes macrocephala. GENETICS AND MOLECULAR BIOLOGY, v. 35, n. 4, p. 847-861, DEC 2012. Citações Web of Science: 8.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.