Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do peptídeo natriurético tipo c sobre a sinalização intracelular de cálcio em células endoteliais isoladas de aorta de ratos normotensos e hipertensos renais

Processo: 10/02754-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 30 de junho de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Lusiane Maria Bendhack
Beneficiário:Laena Pernomian
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Farmacologia   Estresse oxidativo   Óxido nítrico   Peptídeo natriurético tipo C

Resumo

A hipertensão tem sido relacionada com disfunção endotelial, alterações na reatividade do músculo liso vascular a agentes contráteis e estresse oxidativo, tanto em modelos animais como em humanos. Estudos anteriores do nosso laboratório demonstraram que ratos hipertensos 2R-1C apresentam um número reduzido de cavéolas na membrana plasmática de células endoteliais e do músculo liso vascular da aorta quando comparados aos vasos de ratos normotensos (2R), e aumento da produção de espécies reativas de oxigênio. A hipótese do presente trabalho é que, no modelo de hipertensão 2R-1C, as espécies reativas de oxigênio alterem a integridade estrutural das cavéolas das células endoteliais e do músculo liso vascular, levando a diminuição da biodisponibilidade de NO pela eNOS e prejuízo da transmissão da hiperpolarização às células musculares lisas, devido à alterações na condutância e/ou formação das junções gap intercelulares. Deste modo, o presente projeto tem por objetivo estudar os mecanismos de sinalização intracelular envolvidos com as respostas ativadas pelo peptídeo natriurético tipo C (CNP) em relação à mobilização de íons cálcio, produção de óxido nítrico e GMPc. Para estes estudos utilizaremos as técnicas de citometria de fluxo, ensaio imunoenzimático e dosagem de proteínas, além dos experimentos de reatividade vascular, para avaliar a participação das junções gap mioendoteliais na possível transmissão da hiperpolarização derivada do endotélio às células musculares lisas adjacentes, determinando a produção de espécies reativas de oxigênio e participação das cavéolas nessas respostas.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PERNOMIAN, LAENA; PERNOMIAN, LARISSA; ARAUJO RESTINI, CAROLINA BARALDI. Counter-regulatory effects played by the ACE - Ang II-AT1 and ACE2-Ang-(1-7) - Mas axes on the reactive oxygen species-mediated control of vascular function:perspectives to pharmacological approaches in controlling vascular complications. Vasa-European Journal of Vascular Medicine, v. 43, n. 6, p. 404-414, NOV 2014. Citações Web of Science: 16.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.