Busca avançada
Ano de início
Entree

Pequenos mamíferos arborícolas em um mosaico de vegetações em diferentes estádios sucessionais: influência da estrutura da floresta e disponibilidade de recursos sobre a distribuição das espécies

Processo: 10/02797-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2010
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Renata Pardini
Beneficiário:Camilla Presente Pagotto
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/56555-4 - Diversidade de mamíferos em paisagens fragmentadas no Planalto Atlântico de São Paulo, AP.JP
Assunto(s):Restauração florestal   Mata Atlântica

Resumo

A grande diversidade de espécies é uma das principais características das florestas tropicais. Entretanto, a exploração ou conversão dessas florestas e o posterior abandono de parte das áreas têm tornado cada vez maior a proporção de florestas secundárias entre os remanescentes de florestas tropicais. Apesar disso, pouco se sabe sobre como ocorre a recuperação da fauna durante a regeneração da floresta ou qual o valor de florestas mais jovens para a conservação da biodiversidade associada a florestas tropicais maduras e bem preservadas. Os pequenos mamíferos não-voadores exercem um papel importante na dinâmica e regeneração de florestas neotropicais, como predadores de sementes e dispersores de sementes e fungos micorízicos. Apesar de que o efeito da regeneração florestal sobre essa assembléia de animais foi pouco estudado, sabe-se que pequenos mamíferos são afetados por mudanças na estrutura das florestas e na disponibilidade de alimento, fatores que são alterados durante a regeneração de florestas tropicais. Espécies arborícolas devem apresentar respostas diferentes a estas alterações em comparação às espécies terrestres, já que apresentam hábitos locomotores e de forrageio diferentes, utilizando o espaço e os recursos alimentares de forma distinta. Neste projeto, a partir de amostragens padronizadas em 28 sítios localizados em três diferentes estágios de regeneração na Reserva Florestal do Morro Grande, Cotia, SP, pretendemos investigar (1) como a regeneração da Mata Atlântica influencia a ocorrência, abundância e riqueza de pequenos mamíferos arborícolas, e (2) quais fatores associados a estrutura da floresta (estratificação vertical da folhagem e conexão da vegetação) e a disponibilidade de recursos alimentares (frutos e artrópodes disponíveis no sub-bosque) estão relacionados às mudanças na fauna de pequenos mamíferos arborícolas durante o processo de regeneração. A influência dos estádios de regeneração, da estrutura da floresta e da disponibilidade de alimento sobre a assembléia de pequenos mamíferos arborícolas será analisada através da comparação de modelos de regressão utilizando-se o Critério de Informação de Akaike. Este projeto está inserido no Projeto Jovem Pesquisador "(FAPESP 05/56555-4) "Diversidade de mamíferos em Paisagens Fragmentadas no Planalto Atlântico de São Paulo" e vem complementar a informação gerada em outro projeto de mestrado (Bruno Trevizan Pinotti, processo FAPESP 06/58348-9) que abordou o efeito da regeneração florestal sobre as espécies de pequenos mamíferos exclusivamente terrestres nos mesmos sítios de estudo.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PINOTTI, BRUNO T.; PAGOTTO, CAMILLA P.; PARDINI, RENATA. Wildlife Recovery During Tropical Forest Succession: Assessing Ecological Drivers of Community Change. Biotropica, v. 47, n. 6, p. 765-774, NOV 2015. Citações Web of Science: 5.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
Recuperação da fauna durante a sucessão em florestas neotropicais. 2012. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Biociências São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.