Busca avançada
Ano de início
Entree

Manipulação de vias inibitórias da indução de pluripotência visando o aumento de eficiência no processo de geração de iPSs

Processo: 10/02616-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de julho de 2010
Vigência (Término): 30 de novembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Marco Antonio Zago
Beneficiário:Mariane Serra Fraguas
Instituição-sede: Hemocentro de Ribeirão Preto. Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP (HCMRP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/19545-7 - MiR-29a inibe dois componentes centrais da desmetilação ativa do DNA, Tet1 e Tdg: mecanismo potencial durante a reprogramação, BE.EP.DD
Assunto(s):Biologia molecular   Biologia celular   Células-tronco pluripotentes induzidas   Expressão gênica   Interferência de RNA   Reação em cadeia da polimerase em tempo real

Resumo

Celulas-Tronco Embrionárias (CTE) são capazes de se auto-renovarem mantendo-se pluripotentes. Estas propriedades tornam estas células potenciais ferramentas na Medicina Regenerativa. Recentemente, a geração de células-tronco pluripotentes induzidas (iPS) pela reprogramação genética de células somáticas (atravéz dos genes Oct4, Sox2, c-Myc e Klf4), criou novas expectativas para a terapia celular. No entanto, além dos riscos genéticos associados a integração de vetores retrovirais ao genoma, este processo ocorre com uma eficiência extremamente baixa, impedindo seu uso rotineiro. Sabe-se que certas vias ligadas a caracteristicas específicas de CT pluripotentes (como a via WNT/Gsk3-²/²-Catenina) podem interferir no processo de indução das iPSs. Assim, a inibição (ou ativação) de algumas destas vias nas células submetidas ao processo de indução de pluripotência poderia resultar no aumento da eficiência de indução. A técnica do RNA de interferencia (RNAi) é uma ferramenta cuja especificidade permite avaliar diretamente diferentes componentes de uma dada via. Assim, este projeto tem como objetivo, avaliar a influência da via WNT/Gsk3²/²Catenina na eficiência de geração de iPSs. Para isso, utilizaremos a técnica do RNAi contra ²Catenina e Gsk3² para, respectivamente, inibir ou ativar a sinalização da via nos fibroblastos submetidos a indução pelo uso de vetores lentivirais. A eficiência obtida na indução destes fibroblastos, determinada com base no número de colônias com morfologia similar a CTE, será comparada à obtida com células transfectadas com RNAi inespecífico, a células não transfectadas, e também, a células tratadas com um inibidor farmacológico de Gsk3-². As colônias de iPSs serão caracterizadas pela expressão gênica utilizando PCR em tempo real. Com estes resultados, esperamos melhor compreender o processo de indução da pluripotência, além de avaliar o uso de uma abordagem inédita, a aplicação de RNAi. Finalmente, o aumento de eficiência neste processo, pode levar à expansão de seu uso, na pesquisa básica e clínica. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FRAGUAS, MARIANE SERRA; EGGENSCHWILER, RETO; HOEPFNER, JEANNINE; DOS SANTOS SCHIAVINATO, JOSIANE LILIAN; HADDAD, RODRIGO; BOURGUIGNON OLIVEIRA, LUCILA HABIB; ARAUJO, AMELIA GOES; ZAGO, MARCO ANTONIO; PANEPUCCI, RODRIGO ALEXANDRE; CANTZ, TOBIAS. MicroRNA-29 impairs the early phase of reprogramming process by targeting active DNA demethylation enzymes and Wnt signaling. STEM CELL RESEARCH, v. 19, p. 21-30, MAR 2017. Citações Web of Science: 8.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.